A União Europeia vai tentar criar todas as condições e derrubar todas as barreiras para que em 2015 exista um mercado único de telecomunicações. A garantia foi dada pela comissária europeia para a Agenda Digital, Neelie Kroes, que mostrou intenções de deixar a Europa num local propício ao desenvolvimento das telecomunicações antes de abandonar o cargo que ocupa em 2015.

A comissária considerou a unificação do mercado europeu de telecomunicações como uma "prioridade" para os próximos semestres. "Apenas pensem nisto, um mercado de telecomunicações sem fronteiras, sem fragmentação".

Neelie Kroes disse que a Comissão Europeia vai em breve avançar com propostas para que a realidade de um mercado único seja viável. Uma das sugestões da UE para as operadoras de telecomunicações pode passar pela implementação de um número único europeu, o que poderá fazer desaparecer as tarifas de roaming.

Outras medidas podem passar pela criação de um regulador europeu de telecomunicações e por um maior desenvolvimento da banda larga e aplicações móveis, segmentos onde a UE tem ficado atrás dos EUA.

O EUObserver escreve que na europa existem mais de 1.200 operadores de telecomunicações enquanto nos EUA existem seis e na China três.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.