Um grupo de investigadores do MIT descobriu uma forma de enviar mensagens de áudio, à distância e diretamente para o ouvido de uma pessoa. O sistema utiliza raios laser e explora o efeito fotoacústico, em que o vapor de água que há no ar absorve a luz, formando ondas sonoras.

Os investigadores começaram por utilizar raios laser em comprimentos de onda que pudessem ser absorvidas pela água, e mais tarde, ao agitar o laser à velocidade da luz, descobriu-se que era possível gerar som que podia ser ouvido apenas a distâncias muito específicas do transmissor. Esta última característica torna possível o envio de mensagens de áudio, pelo ar, para um ponto muito específico no espaço, o que faz com que esta mensagem possa ser audível apenas por uma pessoa, mesmo que, em volta, existam muitas outras.

De acordo com Charles M. Wynn, "isto pode funcionar mesmo em ambientes muito secos, até porque há sempre alguma água no ar, especialmente em volta das pessoas". O responsável pelo projeto adianta ainda que o sistema não representa qualquer perigo para a saúde.

Para gerar mensagens de áudio com mais resolução, o transmissor pode também utilizar a modulação. A agitação, contudo, é ideal para gerar mensagens com mais volume.

Os investigadores indicam que, no seu estado atual, a tecnologia pode funcionar até uma distância máxima de 2,5 metros. O próximo passo consiste em aumentar essa fasquia. Ryan M. Sullenberger acredita que, depois disso, poderá ser desenvolvida uma tecnologia comercial.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.