Os principais fabricantes de telemóveis assinaram um memorando de entendimento que permitirá o surgimento no mercado de uma nova geração de equipamentos intercarregáveis, que deixam de estar presos ao carregador daquele fabricante, desenhado muitas vezes especificamente para aquele modelo.

A iniciativa vem na sequência de um pedido da Comissão Europeia, que falou com os fabricantes para perceber se estes estariam disponíveis a tomar medidas que evitassem uma acção regulatória neste sentido.

A indústria acedeu ao pedido e revelou hoje o acordo, que se espera seja um passo importante na luta contra o desperdício e na facilitação para o consumidor do processo de carregamento do seu telemóvel.

Esta harmonização do carregador de telemóveis vai ser possível graças à utilização de um conector Micro USB que todos os fabricantes vão passar a incorporar e que servirá de interface para o carregamento.

Paralelamente, a CE pretende adoptar algumas medidas que venham "garantir a segurança de uma utilização prolongada dos carregadores e facilitar a aplicação do memorando", como detalha um comunicado.

Já assinaram o memorando Apple, LG, Motorola, NEC, Nokia, Qualcomm, Research In Motion (RIM), Samsung, Sony Ericsson e Texas Instruments. As empresas acreditam que no próximo ano já surgirão no mercado os primeiros produtos.

Nota de redacção: A TMN emitiu entretanto um comunicado apontando para a possibilidade de pré-registo no serviço que o TeK já tinha noticiado. Nessa nota a empresa explica ainda que os subscritores da nova oferta terão primeiro acesso a um débito de 14 Mbps e só mais tarde a 21 Mbps.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.