A notícia é avançada na edição de hoje do Jornal de Negócios, que cita fontes próximas ao processo. O grupo francês que adquiriu a PT Portugal, concluindo o negócio na semana passada, tem de vender as duas operações que tinha adquirido antes no mercado local para garantir luz verde do regulador europeu à compra da PT.



Nas últimas semanas terá mantido reuniões com estes três interessados para negociar os ativos e conhecer as propostas e estará a optar por uma estratégia de venda em pacote das duas empresas - a ONI dedicada ao segmento empresarial e a Cabovisão ficada no mercado doméstico.



O interesse da Vodafone na Oni e na Cabovisão não é novidade, a operadora liderada por Mário Vaz já tinha feito saber que o dossier lhe interessa e que estava a estudá-lo. Ainda na semana passada disse ao Negócios que "estamos a estudar o dossier há algum tempo e estará numa fase diferente daquela que estava no passado".



A NOS tem sido menos clara em relação ao interesse no negócio, embora Miguel Almeida tenha já feito a afirmação habitual, indicando que as NOS está "sempre atenta a todos os desenvolvimentos do mercado".



No entanto, quando fez estas afirmações, o CEO da NOS também referiu que não podia ter uma posição mais concreta sobre o assunto por ainda não conhecer detalhes como o preço a que a Altice estaria interessada em vender". Um dado que entretanto a NOS já deve conhecer.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.