O comissário europeu responsável pela área digital, Andrus Ansip, alerta para a importância de as várias entidades nacionais encontrarem um ponto de convergência no que diz respeito ao roaming.

Este é um tema que tem sido debatido há mais de uma década entre os representantes dos Estados-membros mas ainda está para se chegar a uma decisão que agrade a todos.

O comissário avisa que se isso não acontecer até junho – a data que tinha sido previamente avançada para a conclusão das discussões –, os cidadãos podem ver a União Europeia como incapaz de manter os compromissos assumidos, avança a Reuters.

Esta terça-feira, os eurodeputados e legisladores europeus reúnem-se uma vez mais para aquela que se espera que seja a última ronda de negociações sobre os valores máximos que as operadoras europeias têm de pagar às congéneres quando algum dos seus clientes realizar comunicações noutro país.

Andrus Ansip apela a uma maior flexibilidade entre as partes interessadas para que se possa, finalmente, chegar a um acordo.

As divergências brotam de preocupações relativamente ao facto de a redução, ou mesmo abolição, das taxas de roaming poder levar a que as operadoras tenham de aumentar os preços praticados no mercado doméstico para atenuar os cortes numa importante fonte de receitas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.