A alteração tinha sido aprovada em novembro e passa a permitir a utilização de dispositivos eletrónicos durante todo o tempo do voo, incluindo nos momentos de descolagem e aterragem, onde até aqui essa utilização estava restrita.



A medida aplica-se a smartphones, tablets ou leitores de música digital e mantém a ligação restrita ao modo de voo dos equipamentos. A possibilidade de usar os equipamentos durante toda a viagem em modo de transmissão (desfrutando de ligações de rede ativas) está em estudo e espera-se que haja novidades nesse domínio já no próximo ano.



A Agência Europeia para a Segurança da Aviação está agora a analisar os impactos da utilização em modo continuo do Bluetooth, Wi-Fi e da rede móvel. Atualmente a ligação à rede a bordo de um avião só é permitida em aviões equipados para isso e apenas em altitude de cruzeiro.



A Comissão Europeia, que divulga a alteração de normas da AESA, estima que nas próximas semanas as companhias aéreas comecem a pôr em prática as alterações aprovadas para voos na região e passem a permitir a utilização sem restrições de dispositivos eletrónicos em modo de avião.



Recentemente tinha também sido aprovada a possibilidade de usar tecnologias 3G e 4G acima dos 3.000 metros de altitude, uma possibilidade que, no espaço da União Europeia, estava limitada ao 2G. A aprovação abre caminho às companhias aéreas para o investimento em novos serviços de Internet a bordo.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.