A Comissão Europeia decidiu disponibilizar o espectro de 6 GHz para reforçar a cobertura das redes wireless em todo o território comunitário. O novo espectro pretende suportar o aumento do número de equipamentos, aplicações online, e os novos serviços que necessitam de uma maior largura de banda e velocidades de internet.

Nesse sentido, as ligações vão ser mais rápidas e estáveis, preparando as necessidades dos cidadãos e empresas, desde as teleconferências, partilha de conteúdos e serviços de streaming. A telemedicina e o uso de tecnologias de realidade aumentada vão também beneficiar das ligações mais rápidas.

O novo upgrade à rede adiciona mais 480 MHz ao espectro disponível na banda de 6 GHz, quase o dobro do que é disponibilizado atualmente dos 538,5 MHz na faixa de 2.4 GHz e 5 GHz. A Comissão diz que o aumento do espectro vai reduzir o congestionamento da rede e aumentar a sua velocidade.

É ainda explicado que também os Estados Unidos e o Reino Unido estão progressivamente a disponibilizar espectro na banda de 6 GHz, o que facilitará a comunicação entre os equipamentos compatíveis. “Aumentar a largura de banda para os serviços Wi-fi é fundamental para facilitar a inovação e alcançar os objetivos traçados para a Década Digital até 2030, no qual os agregados familiares devem ter conetividade gigabit”, refere a Comissão no comunicado.

A respetiva implementação desta frequência pelos Estados-membros deve ser feita até ao dia 1 de dezembro deste ano.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.