Hoje assinala-se o Dia Mundial da Ciência, assim como o Dia Nacional da Cultura Científica e Tecnológica. Para comemorar a ocasião, a Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica - Ciência Viva está a promover até ao dia 29 de novembro um conjunto de atividades que querem dar a conhecer o que cientistas portugueses fazem, assim como seus contributos para o avanço do conhecimento, promoção da cultura científica, progresso e bem-estar da sociedade.

Ao longo da Semana da Ciência e Tecnologia, existem centenas de ações de divulgação de ciência e tecnologia organizadas por instituições científicas, universidades, escolas, museus e centros de ciência em todo o país, cuja programação pode consultar através do website da Ciência Viva.

Entre as ações está a iniciativa que junta o Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA), o Plano Nacional de Leitura 2017-2027 (PNL20272) e o Planetário do Porto – Centro Ciência Viva.

No Dia Nacional da Cultura Científica "viaja-se" pelo Universo com atividades para os mais novos
No Dia Nacional da Cultura Científica "viaja-se" pelo Universo com atividades para os mais novos
Ver artigo

Sessões de planetário online, conversas com investigadores e oficinas práticas são algumas das atividades programadas para crianças e jovens assinalarem a data e que serão transmitidas em direto no canal de YouTube do IA.

Até ao dia 27 deste mês há um ciclo de “Debates COVID” que, embora não se centrem na doença provocada pelo vírus SARS-COV-2, se propõem a “trazer as palavras que precisamos para superar o fim da segunda década deste século”, lembrando que a Ciência é “o terreno mais fértil para construir o que a humanidade precisa”, afirma a agência.

As sessões, que decorrem todos os dias entre as 12h e as 13h, podem ser acompanhadas em direto através do canal de YouTube do Pavilhão do Conhecimento.

Ainda hoje, a partir das 14h30, o Parque Biológico de Gaia, em Vila Nova de Gaia, será o palco para uma sessão comemorativa dos 25 anos da criação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES) em Portugal, que conta com a com a entrega de exemplares da “Coleção Ciência & Conhecimento” para distribuição a bibliotecas.

Ainda a propósito das comemorações relativas ao MCTES, e no âmbito da iniciativa Exarp, às 19h, o Mosteiro de São Bento da Vitória, no Porto, recebe o terceiro e último concerto do ciclo “O Tempo na Música e na Ciência”. Comissariado pelo pianista Filipe Pinto-Ribeiro, o projeto tem como objetivo cruzar as áreas da Música e das Ciências, estabelecendo uma simbiose criativa e estimulando a capacidade de reflexão e de espírito crítico.

Em comunicado, o MCTES indica que, o concerto de encerramento, “Vivaldi e Mozart: O Tempo das Estações”, será antecedido pelo “Prelúdio Científico: O Tempo na Biodiversidade” por Sara Magalhães, Professora Auxiliar da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e coordenadora do Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais da FCUL.

No dia 27, pelas 15h, realiza-se a entrega dos Prémios Ciência Viva, a partir do Auditório José Mariano Gago, no Pavilhão do Conhecimento. O evento, que será transmitido em direto através do YouTube, terá a presença de Manuel Heitor, ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

O investigador e deputado Alexandre Quintanilha foi distinguido com o Grande Prémio Ciência Viva 2020, pela sua “ação notável na promoção da cultura científica enquanto professor, investigador e divulgador nas áreas da biofísica e fisiologia celular”, explica a Ciência Viva em comunicado.

O Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos recebe o Prémio Ciência Viva Educação 2020 por promover a concentração e o raciocínio lógico e pelos seus esforços de inclusão social através da criação de uma categoria para alunos cegos e amblíopes.

Já o Prémio Ciência Viva Media 2020 distinguiu a campanha de educação para a saúde “2 Minutos para Mudar de Vida”, da Unidade de Prevenção de Cancro do Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (IPATIMUP) e do Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (I3S), em parceria com a Fundação Belmiro de Azevedo.

Durante esta semana, a Fundação da Juventude organiza também a 14ª Mostra Nacional de Ciência, que que encerra o 28º Concurso Nacional para Cientistas. A realizar-se pela primeira vez em formato online, durante os dias 26 e 27 de novembro, a Mostra é de acesso livre e gratuito, bastando apenas fazer a inscrição através do seu website.

O evento dá a conhecer os projetos de 129 jovens coordenados por 40 professores participantes no Concurso para Jovens Cientistas e Investigadores. A Fundação da Juventude vai selecionar os projetos que representarão Portugal em competições europeias e internacionais de ciência, como seja a Final Europeia, organizada pela Comissão Europeia, a ISEF nos EUA, a CASTIC em Macau, a Expo-Science no Luxemburgo, a Zientzia Azoka em Espanha, a Semana de Investigação nos Alpes Suíços e a MOSTRATEC no Brasil.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.