A meio de um conflito difícil com os Estados Unidos, que impede a Huawei de utilizar tecnologia norte americana em novos smartphones, a empresa chinesa continua a apostar no desenvolvimento daquilo que foi apelidado como "plano B", com o reforço dos Huawei Mobile Services, uma alternativa aos Google Mobile Services, mas a atualização dos equipamentos que estão no mercado para a versão 10 do Android já começou.

Através do HiCare os utilizadores dos modelos P30 Pro e Mate 20 Pro já podem fazer a atualização para a nova versão do sistema operativo da Google, o Android 10, com a skin EMUI 10 da Huawei. Tiago Flores explica ao SAPO TEK que estes são os primeiros equipamentos a receber a atualização e que estão entre os primeiros smartphones do mercado que podem usar o Android 10, mas que há "uma lista de mais 17 ou 18 modelos" que vão receber a atualização nos primeiros meses de 2020, dependendo da release da Google".

Huawei vs EUA: bloqueio da tecnologia nos Estados Unidos suspenso até fevereiro de 2020
Huawei vs EUA: bloqueio da tecnologia nos Estados Unidos suspenso até fevereiro de 2020
Ver artigo

"Continuamos a ter atualizações de segurança e do sistema operativo como tínhamos confirmado no verão", explica o responsável pela área de consumo da Huawei em Portugal. Estas atualizações de segurança estão garantidas mesmo para modelos de smartphones que não vão receber o Android 10 por não cumprirem os requisitos definidos pela Google, garante Tiago Flores.

Como instalar o EMUI 10 e o Android 10

Para instalarem a nova versão do EMUI e do Android os utilizadores não podem apenas esperar que a atualização esteja disponível na área de sistema do smartphone, mas devem recorrer ao HiCare, a plataforma de serviços da Huawei, onde é possível descarregar e instalar a nova versão do sistema operativo no Huawei Mate 20 Pro e no Huawei P30 Pro, os dois modelos mais recentes da marca.

Quem ainda não fez o registo na plataforma pode entrar criando uma nova conta e depois fica habilitado a ter acesso aos vários serviços, incluindo a atualização do sistema operativo. Antes de o fazer recomenda-se porém uma cópia de segurança de todos os dados.

Mais aplicações no Huawei Mobile Services (HMS)

Nos últimos meses a Huawei tem também procurado reforçar aquilo que a empresa já designou como "plano B" e que cria uma alternativa à impossibilidade de disponibilizar os Google Mobile Services. O Huawei Mate 30 foi o primeiro smartphone lançado depois do bloqueio comercial dos EUA e é a primeira experiência da Huawei com uma versão aberta do Android, que não inclui os serviços da Google, o que limita as funcionalidades do equipamento, obrigando a algum trabalho adicional para poder ter acesso às aplicações e serviços que habitualmente estão pré-instalados nos smartphones Android.

Huawei Mate 30 e Mate 30 Pro ainda sem data de lançamento (e sem Google Mobile Services)
Huawei Mate 30 e Mate 30 Pro ainda sem data de lançamento (e sem Google Mobile Services)
Ver artigo

"Há um princípio estratégico que é que a Huawei, tal como anunciou, vai continuar a desenvolver o seu próprio ecossistema. Desejamos que a Google seja o principal sistema operativo e serviços, mas estamos a desenvolver o Huawei Mobile Services que terá para os developers todos os interfaces e todos os kits de desenvolvimento que tem o Google Mobile Services", adiantou ao SAPO TEK Tiago Flores, afirmando que o HMS vai permitir aos programadores criar novos serviços através do acesso mais direto a funcionalidades de inteligência artificial e hardware da câmara e processador dos smartphones a que a própria Google não tem acesso. "Na nossa opinião os developers que desenvolverem em HMS terão melhores serviços para o consumidor final", defende.

As apps criadas nesta plataforma são disponibilizadas da AppGalery, onde já há centenas de aplicações que podem ser descarregadas e instaladas em qualquer smartphone Android.

Tiago Flores confirma que existem já mais de 50 apps portuguesas nesta AppGalery e que há uma equipa em Portugal a desenvolver Huawei Mobile Services que está ativamente a contactar os principais developers e empresas para trazerem as suas aplicações para o Huawei Mobile Services. Uma visita rápida pode confirmar algumas das apps disponibilizadas, entre as quais as Farmácias de Serviço.net e a app do Correio da Manhã. Mas vai sentir falta de outras que estão entre as mais populares a nível nacional e até global, como o Facebook e o WhatsApp, por exemplo.

"Na eventualidade de lançarmos equipamentos sem Google Mobile Services os clientes podem encontrar na AppGalery as apps com o Huawei Mobile Services para as funcionalidades como localização, pagamentos na app e outras funcionalidades que as aplicações utilizam", afirmou.

O Huawei Mate 30 Pro pode ser o primeiro smartphone a experimentar em Portugal este modelo. O telemóvel que foi apresentado em setembro já foi lançado em alguns países e foi um sucesso na China, mas ainda não tem data confirmada para chegar a Portugal, embora Tiago Flores prometa que "será no início do próximo ano".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.