O Twitter disponibiliza, a cada seis meses, um relatório de transparência onde detalha o número de contas que suspendeu e, entre outras coisas, os pedidos de acesso a dados de outros utilizadores, que são submetidos por governos de todo o mundo. Esta quarta-feira, contudo, a empresa lançou um portal digital onde todas estas informações podem ser consultadas em tempo real.

Este hub, que dá pelo nome de Twitter Transparency Center, inclui relatórios passados, posts sobre transparência, que a empresa redigiu no passado, ferramentas de visualização de dados e uma outra, que lhe permite comparar países. De acordo com o site, Portugal já solicitou, por 32 vezes, informações sobre utilizadores, sendo que apenas três dessas solicitações foram urgentes.

Twitter pode vir a enfrentar multa de 250 milhões de dólares por violação de dados pessoais
Twitter pode vir a enfrentar multa de 250 milhões de dólares por violação de dados pessoais
Ver artigo

A rede social adianta que os relatórios, que ainda só estão disponíveis em inglês, serão, em breve, disponibilizados, também, em português, árabe, turco, espanhol, alemão, francês e japonês. "O nosso objetivo é fazer com que os nossos relatórios de transparência sejam cada vez mais compreendidos e acessíveis para o público em geral", explicou, em comunicado, o Twitter.

O Twitter Transparency Center pode ser de suma importância para as eleições presidenciais norte-americanas deste ano, uma vez que não será necessário esperar vários meses para entender os movimentos das agências públicas no que toca ao requerimento de dados.

Importa ainda sublinhar que o lançamento do último relatório de transparência do Twitter foi adiado devido à pandemia. O documento, que deverá ser disponibilizado em breve, cobre o primeiro semestre do ano.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.