A HTC pretende ajudar a "reformular" a internet com o seu Exodus, um smartphone criado para ser utilizado num ecossistema de blackchain, destacando a segurança e o lançamento de uma rede e aplicações descentralizadas. O equipamento deverá chegar ao mercado no terceiro trimestre do ano, mas no site oficial já pode fazer o registo para receber mais informações do dispositivo.

A fabricante deverá revelar mais detalhes do smartphone hoje em Hong Kong, durante o evento Rise, mas promete hardware de confiança e protocolos de interoperabilidade entre sistemas de blockchain. Isto significa que cada dispositivo é um nó descentralizado para obter criptomoedas como o Ethereum e Bitcoin, transformando-se numa “carteira universal”.

A HTC vai lançar no Exodus o jogo CryptoKitties, um título que oferece aos jogadores a possibilidade de criar e colecionar criaturas digitais únicas baseadas em blockchain, o que permitirá obter biliões de possíveis combinações. É a primeira vez que o jogo chega a um dispositivo Android, mas em antecipação à versão Exodus, poderá obtê-lo no  U12+, o flagship da fabricante. O objetivo da empresa é reunir diversas aplicações e criar uma loja descentralizada de apps.

De lembrar que a tecnológica está a proceder a uma restruturação interna, devido às quebras sucessivas nos lucros, pretendendo cortar cerca de 1.500 empregados para estabilizar as contas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.