A Sharp desde o início que se mostrou bastante capaz de criar smartphones com molduras bastante reduzidas em torno do ecrãs e, a neste campo, capazes de competir com a Samsung, a Xiaomi e até mesmo com o Essential Phone. Com o Aquos S2, que chegou agora ao mercado chinês, a empresa já tinha avançado que o ecrã iria ocupar 84,75% da parte frontal do sispositivo, superando assim os 84% que o Galaxy S8 Plus possuí.

A nível de design o equipamento tem muito pouco para mostrar na parte frontal, até porque é (quase) só ecrã. Em cima ficou apenas um pequeno circulo para a câmara frontal e, em baixo, o espaço necessário para implementar o botão home. No total o ecrã tem 5,5 polegadas e uma qualidade 2K.

 

Na parte traseira encontramos o sistema de duas câmaras, como tem sido habitual em quase todos os novos equipamentos de topo. A principal tem 12 megapíxeis e é acompanhada por uma secundária de oito megapíxeis, ambas com uma abertura f/1,75. Já a câmara frontal é de oito megapíxeis e tem uma abertura f/2.0.

Um pormenor que pode, ou não, ser coincidência é a maneira como o sistema de duas câmaras foi implementado uma vez que se assemelha imenso ao que os rumores apontam que vai ser implementado no novo "iPhone 8".

O Aquos S2 está disponível, para já, apenas no mercado chinês em duas versões distintas: uma conta com um processador Snapdragon 630, 4 GB de RAM e uma memória interna de 64 GB; a segunda versão tem um processador Snapdragon 660, uma memória RAM de 6 GB e um armazenamento interno de 128 GB. O preço inicial do equipamento ronda os 400 dólares.