A Samsung marcou para hoje, às 15 horas de Lisboa, mais um evento Unpacked, onde “revela” as suas principais novidades para os próximos meses. Na verdade já há pouco a saber porque a fabricante é constantemente alvo de fugas de informação e, como é habitual, a maioria dos rumores acabam por bater certo. Acompanhe com o SAPO TEK todas as novidades do evento.

Federico Casalegno, ao vivo da Coreia do Sul deu as boas-vindas à audiência, prometendo novos produtos e experiências para este Unpacked, salientando a partilha e paixão pela tecnologia e inovação. A plateia virtual foi composta por um mural ao estilo de Zoom, com diversos membros da comunidade Samsung. A sua mensagem é colocar o consumidor no centro da experiência. A empresa está comprometida em ajudar os utilizadores a adaptarem-se ao novo "normal" com a sua tecnologia.

TM Roh, o presidente das comunicações da Samsung, assumiu o palco para falar como o mundo nos tem mudado nos últimos seis meses, nestes tempos extraordinários. A tecnologia pode ajudar os utilizadores nestes tempos adversos e por isso hoje apresenta os novos equipamentos do seu catálogo. “Novas formas de comunicar, através de equipamentos mais inteligentes, capazes de suportar o nosso estilo onde quer que necessitamos”, refere como a missão da Samsung, desde que se acorda, até se deitar, apontando para os auscultadores, smartwatchs ou tablets.

E com isso confirmou o novo Samsung Galaxy Note 20 como parte do ecossistema, para se jogar, trabalhar ou qualquer outro aspeto do dia-a-dia. Há cinco novos equipamentos para o ecossistema Galaxy, com o objetivo de mudar a forma como se joga ou trabalha.

Galaxy Note 20

Os novos Galaxy Note 20 e Note 20 Ultra, são os novos smartphones para “power users” e para uma plateia fiel de consumidores que já não dispensam a melhoria de produtividade que a gama Note oferece. O SAPO TEK já teve um primeiro contacto com os novos equipamentos que procuram otimizar o tempo e eficiência dos utilizadores. O design dos novos Note 20 é mais arredondado e as principais diferenças entre os dois modelos são evidentes no tamanho e no arranjo traseiro das câmaras. O ecrã Dynamic AMOLED 2X é de 6,9 polegadas no Note 20 Ultra e 6,7 polegadas no Note 20.

Na frente tem uma câmara e três na traseira, sendo os do Ultra mais “generosos” com uma lente Wide de 108 MP, uma telefoto de 12 MP e uma UltraWide de 12 MP. As novas cores que foram reveladas em diversos rumores são tão bonitas “ao vivo” como em fotografia, especialmente o Mystic Bronze, Mystic Black e Mystic Green, mas o nosso preferido é mesmo o verde água, que é bastante discreto.

No ecrã a Samsung volta a aposta na utilização da taxa de refrescamentos dos 120Hz, mas que agora se adapta automaticamente ao tipo de tarefa que está a ser realizada em vez de ser uma opção para “clicar e esquecer”. Se estiver a ver um PDF pode ter uma taxa de refrescamento de 10Hz, mas se estiver a ver um vídeo ou a jogar vai beneficiar os 120Hz, com o “custo” associado em termos de bateria. Esta é uma das novidades do interface EMUI que já vem no Note 20 e que ainda não é claro quando chegará a outros modelos da Samsung.

Destaque para a S Pen, que foi melhorada para "colocar mais poder nos dedos dos utilizadores". O tempo de resposta foi melhorado e a latência reduzida para 9 milisegundos, reproduzindo no ecrã de forma quase imediata o que se escreve, usando um sistema de inteligência artificial baseado na previsão de pontos. Claro que o ecrã a 120 Hz dá uma ajudar a reduzir a latência. Mas foram adicionados também 5 novos gestos. Ao todo são agora 11 gestos que controlam várias funções, e que são configuráveis. O modo Air View e Air Command adiciona funcionalidades como traduções ou maior rapidez a navegar na internet.

Os novos smartphones Note 20 chegam às lojas já no dia 21 de agosto, com preços a partir de 989 euros.

Galaxy Tab 7

Outro dos segredos mal guardados da Samsung foi o seu novo tablet Galaxy Tab 7. Ainda para fazer face ao "novo normal", o novo tablet, em duas versões, uma Plus, permite não só jogar como trabalhar. O tablet Galaxy Tab S7 vai ter um modelo de 11 polegadas assente num ecrã LCD, com 120 Hz. Apenas o modelo Plus de 12,4 polegadas vai ter um ecrã AMOLED. Ambos têm uma cobertura em metal, e o Plus é considerado o mais fino do seu tamanho. Há três novas cores, incluindo o Mystic Bronze, assim como o Mystic White e Mystic Black. Os tablets chegam ainda com uma nova capa com teclado. Os tablets suportam split-screen, para que possa ver um vídeo no YouTube enquanto está a falar com os amigos, e ao mesmo tempo a tomar notas.

O desempenho da S Pen que vem equipado com os tablets responde da mesma forma que o Note 20, com uma baixa latência de 9 milisegundos. A capa permite ainda fazer de moldura, com diferentes posições ao gosto dos utilizadores. O seu teclado tem teclas de funções com atalhos úteis para diversas funcionalidades do sistema, tal como o PC. O tablet vem com algumas apps pré-instaladas, tais como o Clip Studio e o Canva. A app Samsung Notes foi também melhorado, com mais ferramentas de edição, permitindo não só escrever com a S Pen, mas também tomar notas através de voz. Todas as notas são convertidas em voz, e pode clicar numa palavra do texto, que a voz sincronizada salta imediatamente para essa parte.

O Galaxy Tab S7 com Wi-fi terá um custo de 759,90 euros e a versão 4G custará 859,90. Já o Galaxy Tab S7+ Wi-fi pode ser adquirido por 969,90 euros e o 5G por 1.169 euros. Os modelos chegam ao mercado no próximo dia 21 de agosto.

Parceria importante com a Microsoft traz xCloud aos equipamentos Galaxy

A Samsung e a Microsoft têm trabalhado juntas em algumas novas funcionalidades de integração dos seus equipamentos com o Windows 10. Por exemplo, pode estar a tomar notas no Galaxy Note 20, receber uma chamada e não poder atender, pode colocar imediatamente nos lembretes para ligar mais tarde, sincronizado com a agenda do Outlook. As tarefas podem ser rapidamente sincronizadas, quando têm os equipamentos emparelhados. Sejam fotos, notas ou documentos, podem ser acedidos diretamente do PC, incluindo as apps do próprio smartphone. Pode mandar uma mensagem no WhatsApp diretamente do computador, ou consultar o Instagram ou o Uber Eats. Pode ativar uma aplicação no PC, que esta abre no smartphone ou tablet do ecossistema Galaxy.

No final do ano, uma atualização vai permitir utilizar o Galaxy Tab como um segundo ecrã de um computador com o Windows 10, levando mais longe a integração entre os equipamentos da Samsung e o PC.

Mas as novidades com a Microsoft não se ficam por aqui. A Xbox vai estar presente nos equipamentos Samsung. Foi o próprio patrão da Xbox, Phil Spencer, que revelou a novidade. Há muito que a Microsoft deseja criar um ecossistema de cloud gaming para o PC, smartphones e consolas. A chegada ao Game Pass Ultimate do serviço xCloud no próximo dia 15 de setembro, e a parceria com a Samsung, a maior fabricante de smartphones atualmente, é uma jogada arrojada da Microsoft para chegar a mais jogadores.

Os equipamentos da Samsung recebem assim três meses de Game Pass Ultimate, permitindo experimentar o serviço com mais de uma centena de jogos, incluindo novidades First Party dos estúdios da Microsoft. O novo acessório MOGA permite emparelhar com o sistema de cloud e jogar do smartphone com um comando real.

Desde que a Samsung apresentou o DeX em 2017 a solução de ligação ao PC já evoluiu muito. A doca de ligação ao PC já foi grande, sendo reduzida a um cabo, e agora desaparece completamente, bastando uma ligação de rede WiFi. Com o Note 20 ou o Note 20 Ultra, assim como o Tab 7, o Samsung DeX pode ligar automaticamente o smartphone a uma Smart TV, mas também um tablet. A partir do telemóvel pode fazer a gestão de dois ecrãs em simultâneo, abrindo vários documentos ou mostrando e enviando mensagens de texto enquanto está a ver um vídeo ou a jogar.

Samsung Galaxy Buds Live

Três cores para os novos Samsung Galaxy Buds Live, preto, branco e bronze (Mystic), que parecem pequenos feijões para colocar nos ouvidos. O equipamento foi feito com materiais reciclados, sendo amigos do ambiente. O seu design foi concebido para as pessoas o utilizarem o dia todo. A fabricante promete que os buds prendam bem, sendo leves e confortáveis. Podem ser usados continuamente por seis horas ou 21 horas com o carregamento da caixa.

Tem um speaker de 12 mm e controlo de baixos. Tem um sistema ativo de cancelamento de ruído, o primeiro na linha de ear buds da Samsung, conseguido filtrar o ruído até 97%, refere a Samsung. Tem dois microfones e ainda um interno, para gerir o cancelamento de ruído e a voz.

O Buds Live pode ser usado com os equipamentos Galaxy, para tomar notas diretamente do seu microfone, por exemplo. O Galaxy Buds Live está disponível a partir de 21 de Agosto em Portugal por 199,90 euros.

Galaxy Watch 3

Para quem esperava surpresas do novo relógio inteligente da Samsung, o Galaxy Watch 3 também já havia sido "spoilado" na internet. O regresso do bezel rotativo permite navegar pelas aplicações e gerir a música, prometendo um maior conforto e satisfação na interação. Tem três cores, mantendo a linha dos restantes equipamentos, incluindo ainda uma versão Premium Titanium Black. Há 80 mil opções de personalização disponíveis, mas os utilizadores podem fazer os seus próprios designs. Basta pegar no smartphone, tirar uma fotografia à roupa, por exemplo, e aplicar os filtros, aplicar para que o relógio combine com o que está a vestir.

Pressão sanguínea e electrocardiograma (a ser introduzido em breve) são funcionalidades que acompanham o smartwatch, com a promessa de serem calibradas mensalmente através da app de dispositivo. Também pode medir o nível de oxigénio, diretamente do pulso. E há um assistente de sono, que pontua a qualidade do repouso. A aplicação regista ainda todos os dados de fitness, prometendo ajudar os utilizadores nos seus exercícios.

O Galaxy Watch3 está disponível a partir de 21 de Agosto em Portugal. O Galaxy Watch3 está disponível em 41mm e 45mm, ambos nas variantes LTE e Bluetooth. O Galaxy Watch de 41mm estará disponível na cor Mystic Bronze e Mystic Silver por 429,90 (Bluetooth) e LTE por 479,90 euros, e o Galaxy Watch de 45mm nas cores Mystic Silver e Mystic Black, por 459,90 e 509,90 euros, Bluetooth e LTE, respetivamente.

Galaxy Z Fold2

A Samsung renomeou a sua gama de equipamentos dobráveis como Z, introduzindo o esperado Galaxy Z Fold2, outro smartphone que também foi alvo de rumores. Para não ser diferente, o modelo apresenta a cor Mystic Bronze e também o Mystic Black.

O Galaxy Z Fold2 vem equipado com dois ecrãs Infinity-O, praticamente sem moldura. O ecrã da capa de 6,2 polegadas e um ecrã principal de 7,6 polegadas, tornam este modelo maior do que o Galaxy Fold original. Foi minimizado a abertura entre os ecrãs e no geral o smartphone é mais fino que a primeira geração. Fechado, o smartphone tem o tamanho de um equipamento convencional, mas a magia acontece quando a "borboleta" se abre e revela o modo tablet. As dobradiças prometem não comprometer como o modelo anterior, tendo sido revistas para resistir à quantidade de vezes que é aberto e fechado, sendo adicionado mais flexibilidade.

Uma das novidades é o material usado no ecrã, sendo efetivamente de vidro, como uma espessura muito fina, semelhante a um cabelo, refere a fabricante. O ecrã é composto por diversas camadas que tornam o vidro flexível o suficiente para ser dobrado, diminuindo o efeito dos vincos. A fabricante "inventou" um sistema de aspiração, composto por fibras, para extrair todas as partículas e resíduos que se acumulam nos orifícios e na dobradiça, procurando ultrapassar assim um dos problemas da primeira versão.

As pré-encomendas do Galaxy Z Fold2 começam no dia 1 de setembro.

A Samsung não se podia despedir sem referir o seu compromisso com a próxima geração móvel, prometendo novidades 5G para breve, assegurando que os modelos hoje apresentados suportam 5G.

Em antevisão

Mantendo a tradição, já se sabem de diversas coisas que poderão surgir no evento. É quase uma garantia de que a empresa vai dar a conhecer um novo dobrável, não fosse o convite do evento marcado com a frase: “Um dobrável, possibilidades infinitas”. E as fotografias partilhadas podem ajudar a perceber melhor como poderá ser o eventual Galaxy Z Fold 2. As versões do modelo já tinham sido anteriormente partilhadas na Internet, mas agora surgem com uma melhor qualidade, e em maior número, permitindo analisar com mais detalhe o smartphone dobrável como pode ver na galeria

Com o novo Galaxy Z Flip 5G a chegar em outubro a alguns mercados internacionais, a atualização do Galaxy Z Flip fica riscada da lista de possíveis equipamentos que a Samsung poderá apresentar neste Unpacked.

De forma oficial e em antecipação ao Unpacked, a Samsung abriu as pré-encomendas do Galaxy Note 20 para os Estados Unidos, e quem fizesse uma reserva até ontem, 4 de agosto, receberia um voucher de 50 dólares a ser utilizado na compra de outros equipamentos da marca. Em linha com a imagem outrora disponível no site da Samsung, o modelo integra um sensor de três câmaras, incluindo uma lente zoom de periscópio. O Note 20 Ultra deverá ter um ecrã Infinity-O com um pequeno "recorte" no meio para a câmara frontal.

Por fim, ainda no que toca a novidades, há um novo tablet e um smartwatch na calha, segundo os rumores e fugas de informação. O tablet Galaxy Tab S7 vai ter um modelo de 11 polegadas assente num ecrã LCD, com 120 Hz. Apenas o modelo de 12,4 polegadas vai ter um ecrã AMOLED. No entanto, ambos podem ter a mesma configuração de hardware, ao que parece os mais potentes processadores Snapdragon 865+ que a fabricante parece ter abraçado.

Relativamente ao Galaxy Watch 3, os rumores apontam para algumas funcionalidades “inspiradas” nos relógios inteligentes da Apple. Em causa está a funcionalidade de deteção de queda do utilizador, este começa a tocar durante 60 segundos até ter resposta. Caso contrário, se o utilizador tiver desmaiado, por exemplo, envia um texto com a sua localização e uma mensagem de áudio para contactos de emergência. E opcionalmente, poderá ser programado para realizar uma chamada de emergência, depois da espera de um minuto.

Outra novidade para o Galaxy Watch 3 é o suporte a comandos através de gestos com a mão. Para atender chamadas, quando o smartphone toca, só é necessário cerrar o punho para atender ou agitar a mão para ignorar a chamada. Poderá ainda tirar fotos ou gravar vídeo através da app de controlo da câmara no smartwatch. E recorrendo aos gestos, apenas precisa de fechar a mão em punho e depois abrir.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.