O anúncio foi feito através da rede social Weibo pelas três empresas, que estão a trabalhar juntas numa parceria que vai permitir transferências de arquivos wireless entre os seus respetivos dispositivos, através de um serviço peer-to-peer.

Xiaomi, Oppo e Vivo
Anúncio das três empresas da nova aliança

Os modelos MIUI da Xiaomi, o ColorOS da Oppo, e o FuntouchOS da Vivo são os que integrarão o sistema, de acordo com uma publicação da Xiaomi na plataforma de mensagens instantâneas WeChat.

A parceria tem como aliado o Bluetooth, que vai permitir emparelhar dispositivos, devendo ser capaz de transferir velocidades de até 20MB/s, o que sugere que recorre a Wi-Fi nos serviços back end, como o sistema AirDrop desenvolvido pela Apple.

E ao que parece esta aliança está aberta a outros parceiros, já que a publicação da Xiaomi indica que outros fabricantes de smartphones podem inscrever-se para se juntar ao trio.

À semelhança, a Google tentou lançar serviços ao “estilo” do AirDrop no passado. O Android 4.0 de 2011 incluía o Android Beam, que se baseava no NFC para emparelhamento de dispositivos e está a ser removido da versão do Android Q 1/0. A nova app Files by Google, originalmente Files Go, permite transferir arquivos através do Bluetooth, enquanto o próprio Android Q deverá integrar a opção Fast Share.

O Fast Share é um recurso do Google Play Services, que provavelmente explica por que razão a Xiaomi, a Oppo e a Vivo estão a trabalhar juntas para criar sua própria versão. A três empresas representam quase metade do mercado chinês de smartphones, 49% no último trimestre, de acordo com dados recentes da Counterpoint Research.

A questão que se coloca agora é se a Huawei, que conquistou 34% do mercado de forma independente no último trimestre, pode sentir-se ameaçada e tentada a começar a embarcar nesta viagem.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.