A Agência Espacial Europeia (ESA) deu, finalmente, por terminada a primeira fase de seleção dos seus próximos astronautas. O número de candidaturas superou todas as expetativas, demonstrando o elevado nível de interesse pelas atividades espaciais na Europa, mas tal levou a que o processo de análise levasse mais tempo do que o previsto a ser concluído.

A agência espacial chegou a revelar um vídeo com alguns pormenores das diferentes fases do processo de seleção, destacando várias qualidades realmente importantes para se ser astronauta.

A notificação de todos os candidatos do resultado da sua inscrição só ficou completa no final de 2021, refere a ESA, revelando que o processo de seleção segue agora com 1.391 candidatos que vão fazer uma primeira fase de testes centrados no desempenho psicológico e que inclui testes cognitivos, técnicos, de coordenação motora e de personalidade.

Os candidatos que avançarem para a fase seguinte vão ter de passar por um conjunto de entrevistas psicológicas, assim como por testes em grupo, antes da realização dos exames médicos. Os candidatos aprovados no final de todas estas etapas serão convidados para entrevistas de recrutamento. Espera-se que a nova turma de astronautas da ESA seja anunciada no próximo outono.

De acordo com a informação divulgada agora, de um total de 23.307 candidaturas recebidas passaram à segunda fase do processo 1.361, 61% homens e 39% mulheres. Dados partilhados anteriormente apontavam que a França teria liderado em número de candidatos (7.137), seguida pela Alemanha (3.700). Portugal fez-se representar por 320 candidaturas: 259 homens e 61 mulheres.

O SAPO TeK contactou a ESA para confirmar quantos portugueses há entre os candidatos que continuam no processo de seleção, mas a agência espacial diz só apurar dados por nacionalidade apenas estatisticamente e no final de cada fase de seleção, o que ainda não acontece.

“As candidaturas não são selecionadas com base na nacionalidade. Os números por país são calculados apenas para fins de relatório após o encerramento de uma determinada fase de seleção. Neste momento, os números finais-finais não estão prontos”, escreveu o departamento do media da ESA, em resposta ao nosso pedido de informação.

Recorde-se que em setembro de 2021 o português Pedro Caetano, médico no Instituto Cuf Porto, especialista em Medicina Aeronáutica, já estava entre os candidatos notificados que tinham passado à fase seguinte.

A campanha de recrutamento da Agência Espacial Europeia decorreu entre março e maio de 2021, havendo 26 novas vagas em aberto. A ESA deverá contratar seis pessoas para integrar a sua equipa permanente de astronautas e os restantes farão parte da equipa de reserva, para participação em voos ou projetos pontuais.

Atualmente, o contingente europeu de astronautas é composto por seis homens e uma mulher, da Dinamarca, Alemanha, França, Itália e Reino Unido. Neste momento, o alemão Matthias Maurer é que “está ao serviço” pela ESA na Crew 3, a mais recente equipa a chegar à “casa” ISS.

Veja as imagens da partida da Crew-3

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.