A conferência da Ubisoft ficou marcada pela apresentação de novos títulos para o seu catálogo, mas destacou-se pela apresentação de um novo serviço de subscrição. Chama-se UPlay Plus e para já oferece apenas jogos para o PC, com a promessa de um catálogo com uma centena de títulos. O serviço terá um valor de 15 dólares por mês e arranca no dia 3 de setembro.

A editora francesa referiu ainda que o serviço estará também associado ao Stadia no próximo ano, aumentando assim a oferta do serviço de cloud gaming da Google, ainda que não tenha sido mencionado preços agregadores para ambas as subscrições. O UPlay Plus pretende assim responder a serviços como o Xbox Games Pass, que chegou recentemente ao PC e o EA Origin Access para o PC, em que os utilizadores pagam um valor mensal e podem instalar e jogar livremente todos os títulos disponíveis no serviço.

O serviço da Ubisoft é o mais caro, quando comparado com as restantes ofertas, mas o seu catálogo é composto por novos títulos, tais como o The Division 2, Tom Clancy’s Ghost Recon Breakpoint e Watch Dogs Legion, acabado de anunciar. Estarão também incluídas as respetivas expansões para os seus jogos, assim como uma seleção de títulos clássicos da editora.

Ainda relativamente à conferência, a Ubisoft revelou novos jogos. Watch Dogs Legion, que já tinha sido alvo de leak, chega em 2020 e confirma a possibilidade de os jogadores controlarem qualquer personagem existente na cidade, cujo palco escolhido é uma Londres futurista e sob o efeito do Brexit. Foi também revelado Rainbow Six Quarentine, para o início de 2020, que é um jogo tático para três jogadores em cooperativo num cenário de apocalipse viral.

Por fim, no que diz respeito a novidades diferenciadoras, a Ubisoft revelou Roller Champions, um jogo de patinagem de ação, ao género do filme Rollerball, em que as equipas devem pontuar arremessando uma bola para um alvo. O jogo será gratuito quando for lançado no início de 2020, mas para comemorar a E3, poderá testar a demo de PC até ao dia 14.

A conferência fechou com a revelação de Gods & Monsters, uma aventura em mundo aberto em produção pela mesma equipa de Assassin’s Creed. O jogo, que está previsto para 2020 ainda é escasso em detalhes, mas a direção artística em cel shading faz lembrar a mais recente aventura The Legend of Zelda: Breath of the Wild.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.