A “corrida” para regressar à Lua numa missão tripulada continua acesa, e as empresas privadas têm participado no programa Artemis da NASA contribuindo em diferentes segmentos. Seja a SpaceX com a sua Crew Dragon, a própria cápsula Orion da NASA e o lander lunar da Blue Origin de Jeff Besos, todos estão a ultimar os seus veículos para cumprir o prazo de 2024 estabelecido pela Agência Espacial Norte-Americana para regressar ao satélite natural da Terra, incluindo a primeira mulher a pisar a superfície lunar.

E no caso da Blue Origin, foi revelada uma importante parceria com veteranos da indústria espacial, neste caso três empresas do sector privado com muita experiência que vão ajudar a completar o lander lunar tripulado: a Lockheed Martin que vai trabalhar no veículo reutilizável Ascent Element, além de liderar as operações de voo da tripulação; A Northdrop Grumman vai ajudar a construir o Transfer Element, o veículo que vai levar para a Lua o sistema de aterragem, além de ajudar nas missões de reabastecimento com a Estação Espacial Internacional.

Por fim, a Draper vai ser responsável pela condução descendente dos veículos e questões relacionadas com o voo. A empresa esteve envolvida, há 50 anos atrás, na condução da Apolo até à Lua e o seu regresso.

A Blue Origin explica no seu comunicado, de uma forma geral, que as quatro empresas vão ser responsáveis por toda a logística de levar para a Lua o seu Human Landing System.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.