Apoiar projetos que se proponham combater a COVID-19. É este o objetivo de dois concursos que vão ser lançados esta semana e que, no total, irão disponibilizar até quatro milhões de euros aos vencedores. Tecnologias espaciais, inteligência artificial ou dados têm de ser a base das ferramentas de apoio das iniciativas.

O AI 4 COVID-19 é uma iniciativa da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) lançada esta segunda-feira e que vai apoiar em três milhões de euros projetos e atividades de investigação científica e desenvolvimento tecnológico para combater a atual e futuras pandemias através da ajuda de dados e de inteligência artificial (IA). Já o concurso da Agência Espacial Europeia tem início esta terça-feira e tem como foco projetos que desenvolvam soluções de combate ao COVID-19 baseadas em tecnologias espaciais. O financiamento será de até um milhão de euros.

Dado o problema de saúde pública da COVID-19, a FCT decidiu que a 3ª edição do concurso destinado a projetos de investigação no domínio da ciência dos dados e IA aplicada à administração pública tem um foco diferente. "Este ano o concurso é exclusivamente orientado para o processamento de dados no âmbito da pandemia do novo coronavírus SARS CoV2 e da doença COVID-19", pode ler-se em comunicado. O prazo de candidaturas para o AI 4 COVID-19 termina a 28 de maio.

COVID-19: Como os supercomputadores estão a trabalhar para desenvolver uma vacina
COVID-19: Como os supercomputadores estão a trabalhar para desenvolver uma vacina
Ver artigo

Cada projeto terá um financiamento até 240 mil euros, sendo o valor total desta linha de financiamento de três milhões de euros. Focado especificamente no estímulo ao desenvolvimento de formas e sistemas de processamento de dados, o concurso vem complementar outra iniciativa da FCT, em colaboração com a Agência de Investigação Clínica e Inovação Biomédica (AICIB), a Research 4 COVID19. O objetivo, neste caso, é apoiar atividades de investigação e desenvolvimento orientadas para aplicações imediatas de combate ao COVID19.

ESA procura soluções que recorram a tecnologias espaciais. Candidaturas até 20 de abril

Esta terça-feira a Agência Espacial Europeia (ESA) vai lançar um concurso para projetos que desenvolvam soluções de combate ao COVID-19 baseadas em tecnologias espaciais. A iniciativa surge da parceria com o Ministério para a Inovação Tecnológica e Digitalização de Itália e com o apoio do Governo português, através da Portugal Space e da FCT.

A ESA, na área da saúde e através deste concurso, vai apoiar o desenvolvimento de projetos que incluam, por exemplo, diagnóstico remoto, monitorização digital remota, planeamento de recursos médicos, limpeza e desinfeção das áreas afetadas. No domínio da educação, a ESA dá prioridade a projetos de e-learning e formação remota de professores e alunos, soluções motivacionais de interação social virtual com os estudantes e modelos de formação à distância para empreendedores. Em qualquer um dos casos, os projetos devem recorrer às tecnologias de navegação ou comunicação por satélite e sistemas de observação da terra.

A iniciativa que financia até um milhão de euros investigação nas áreas da saúde e educação a ser aplicada, desde logo, em Itália, o país europeu mais afetado pela pandemia, pretende também ter repercussão noutros países. "A ESA, em colaboração com a FCT, apoiará o desenvolvimento e implementação de projetos específicos em Portugal", pode ler-se em comunicado.

As candidaturas estão abertas até às 12 horas de 20 abril, sendo que os projetos aprovados nesta primeira fase devem entregar a proposta completa até ao dia 18 de maio.

Os financiamentos para ideias que querem combater a COVID-19 multiplicam-se por todo o mundo. Este fim-de-semana, por exemplo, a Comissão Europeia anunciou que três super computadores europeus estão integrados num projeto que apoiou em três milhões de euros, depois de já ter apelado a startups e a PME a mostrarem as suas estratégias numa outra call.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.