Depois de ter “pegado no volante” para conduzir sozinho em Marte, o rover Perseverance da NASA prepara-se agora para cumprir um dos momentos mais importantes da sua missão,  recolher as primeiras amostras de rochas marcianas que ajudarão os cientistas a compreender os mistérios do Planeta Vermelho.

Dentro das próximas duas semanas, o rover vai deslocar-se até uma secção da Cratera de Jezero, com uma dimensão de quatro metros quadrados, onde se acredita que existem algumas das camadas rochosas mais profundas e antigas.

“Quando Neil Armstrong recolheu as primeiras amostras do Mar da Tranquilidade há 52 anos, começou um processo que viria a reescrever tudo aquilo que a Humanidade sabia sobre a Lua”, indica Thomas Zurbuchen, administrador científico da NASA. “Tenho a expetativa de que a primeira amostra recolhida pelo Perseverance na Cratera de Jezero fará o mesmo para Marte”.

Embora Neil Armstrong tenha demorado três minutos e 35 segundos para recolher a primeira amostra da superfície lunar, prevê-se que o rover demore cerca de 11 dias para completar o processo em Marte.

NASA | Perseverance prepara-se para recolher as primeiras amostras de rochas marcianas
Localização na Cratera de Jezero onde o rover Perseverance recolherá as suas primeiras amostras. créditos: NASA/JPL-Caltech/ASU/MSSS

Como é que o Perseverance vai recolher amostras?

A NASA explica que o rover necessita de passar por um processo de preparação que inclui uma análise ao ambiente em seu redor, de modo a que a equipa da NASA possa determinar a localização exata da zona onde serão recolhidas as amostras, assim como se um local secundário onde levará a cabo experiências científicas adicionais.

Além da SuperCam e da Mastercam-Z Instrumentos como SHERLOC (Scanning Habitable Environments with Raman & Luminescence for Organics & Chemicals), PIXL (Planetary Instrument for X-ray Lithochemistry) e a câmara WATSON (Wide Angle Topographic Sensor for Operations and eNgineering) ajudarão o rover a realizar uma análise detalhada da zona.

Rover Perseverance da NASA já "pega no volante" em Marte para conduzir sozinho
Rover Perseverance da NASA já "pega no volante" em Marte para conduzir sozinho
Ver artigo

Depois da primeira fase de análise, a equipa da NASA vai limitar as atividades do Perseverance durante um dia marciano para que o rover tenha tempo de recarregar totalmente a sua bateria.

Já no dia da recolha, graças a uma perfuradora na extremidade do braço robótico, o veículo vai perfurar o solo e obter uma amostra, com uma dimensão semelhante à de um pedaço de giz, que será armazenada num tubo no seu interior depois de ser cuidadosamente medida, fotografada e, por fim, hermeticamente selada.

A próxima vez que o conteúdo do tubo de amostras verá a luz do dia será quando chegar à Terra, onde será analisado pelos cientistas. Recorde-se que, se tudo correr como planeado, A fase final da missão acontecerá em 2026, altura em que será lançado um Orbiter em direção a Marte. Ao chegar ao Planeta Vermelho, receberá a carga de amostras do Perseverance e projetá-la-á em direção à Terra, onde se prevê que chegue em 2031.

Clique nas imagens para mais detalhes sobre o rover Perseverance

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.