A pensar nos portugueses que dormem menos horas do que deviam, ou que têm dificuldades em adormecer, há um novo e-book com 11 artigos para dormir melhor, que vai estar disponível brevemente. O livro digital resulta de uma parceria da Philips com a Associação Portuguesa do Sono (APS), no âmbito do Dia Mundial do Sono, que se assinala já no próximo dia 13 de março. No evento, a empresa mostrou ainda a sua aposta nesta área com vários equipamentos.

Enquadrado na iniciativa “Bons Sonhos” lançada em 2018, o e-book foi apresentado esta quarta-feira num encontro em Lisboa, onde representantes da empresa, a atleta portuguesa de triplo salto Susana Costa e profissionais de saúde discutiram a importância do sono e a sua influência no desempenho físico e psicológico. Ao todo são 11 os artigos que querem fazer dos portugueses pessoas com melhores hábitos de sono.

Em entrevista ao SAPO TEK, Carlos Teixeira, clinical sales support da Philips, garante que a empresa está empenhada em “melhorar a qualidade de vida de três mil milhões de pessoas em todo o mundo até 2030”. A aposta passa pela prevenção e pela promoção da adoção de estilos de vida saudáveis, não esquecendo também o diagnóstico e tratamento.

Confira na fotogaleria alguns dos produtos da Philips já disponíveis e uma novidade para o verão.

A nível de outros novos produtos, e não adiantando datas concretas, o clinical sales support refere que em breve a sleep head bands, já disponível em países como os Estados Unidos, também vai chegar ao mercado português. Semelhante a uma bandolete, o dispositivo é colocado na cabeça à noite e deteta quando o paciente está em sono lento profundo. O objetivo é potenciar esse mesmo sono, muito importante para a consolidação das memórias.

"Praga tecnológica" com efeitos no sono dos portugueses

A aposta da empresa na área do sono não é de agora, nem a parceria com a APS, numa altura em que o presidente da Associação garante que a “maioria esmagadora dos portugueses dorme menos do que sete horas”, para além da realidade das crianças e dos adolescentes. No evento o pneumologista alertou ainda para as consequências daquela que diz ser uma "praga eletrónica", entre as quais as relacionadas com as luzes azuis LED, frequentes em smartphones e tablets, por exemplo, e que têm um impacto no sono.

Tecnologia da Phillips pode melhorar o sono dos astronautas? Estudo quer responder à questão
Tecnologia da Phillips pode melhorar o sono dos astronautas? Estudo quer responder à questão
Ver artigo

Este ano, e devido ao Coronavírus, a campanha anual da APS do Dia Mundial do Sono não terá lugar em eventos, levando a Associação a apostar na publicidade. Apesar de a realidade portuguesa relativa à média de horas de sono ser das piores na Europa, Paula Pinto, coordenadora da Universidade de Sono e Ventilação não Invasiva do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte, alerta que as cerca de 100 doenças neste campo têm cura, caso sejam diagnosticadas a tempo.

Para mostrar de que forma os bons hábitos de sono podem ajudar a melhorar a vida profissional e pessoal, a iniciativa “Bons Sonhos” contou com a ajuda da atleta Susana Costa, que desde muito nova tinha dificuldades em adormecer. Mas, agora, e depois de ter mudado o seu estilo de vida, garante que se apercebeu das evidentes mudanças positivas na sua qualidade de vida, entre as quais mais energia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.