A NASA revelou que o primeiro foguetão SLS (Space Launch System) já está construído, nas instalações da Agência Espacial em Nova Orleães. O foguetão foi transportado para a Stennis Space Center perto de St. Louis no Mississippi a bordo da balsa Pegasus, percorrendo o mesmo percurso histórico do foguetão Saturn V para testes da Missão Apollo.

A equipa liderada por Jim Morhard prepara-se agora para uma maratona de testes, com o objetivo de fazer a prova final antes do lançamento do programa Artemis, que visa o regresso à Lua.

“O SLS faz parte do programa Artemis, e foi concebido para transportar astronautas americanos e o máximo de cargo possível para a Lua e outros destinos do espaço”, refere Jim Morhard, administrador da NASA. Chegado ao local, o foguetão será erguido e colocado no histórico suporte de testes B-2. Vão ser testados o sistema eletrónico aviónica, a propulsão e os quatro motores RS-25.

A NASA aproveitou para mencionar que o SLS é fruto do trabalho conjunto da NASA e parceiros da indústria, em que mais de 1.100 empresas dos Estados Unidos contribuíram para a sua produção, destacando o papel da Boeing na construção do “core stage” e a Aerojet Rocketdyne que foi responsável pelos motores RS-25. Seguem-se agora o início dos trabalhos para a construção do SLS do Artemis II, aquele que será tripulado.

Como é possível ver no esquema da imagem da NASA, entre 2020 a 2024 serão lançadas ao espaço três naves Artemis. A primeira, ainda este ano, servirá para testar os foguetões SLS e a nave Orion, mas não será tripulada. Em 2022 será lançado o Artemis II, desta vez tripulada para orbitar a Lua. Por fim, em 2024, está previsto a chegada dos astronautas à Lua, e a partir daí, pelo menos uma visita por ano.

tek artemis

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.