O foguetão mais poderoso do mundo descolou novamente esta madrugada, no Centro Espacial Kennedy, na Florida. O lançamento foi considerado pela SpaceX como bem-sucedido. No entanto, o núcleo central do Falcon Heavy colidiu com o Oceano Atlântico enquanto tentava aterrar no navio drone.

Contudo, através do Twitter, a SpaceX confirmou que os dois propulsores laterais aterraram com sucesso nas plataformas localizadas na estação da força aérea de Cape Canaveral.

Embora a SpaceX não tenha conseguido concluir com sucesso a aterragem dos três propulsores, a maioria dos satélites que estes transportavam foram implantados nas suas órbitas, esperando-se que o processo se complete no decorrer do dia. Os 24 satélites a bordo do Falcon Heavy, que incluem um relógio atómico da NASA e os restos mortais, em cinzas, de 152 pessoas, foram agrupados numa carga útil integrada que será gradualmente introduzida numa variedade de órbitas.

A missão Space Test Program – 2 é uma parceria entre o Departamento de Defesa norte-americano, a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica e várias empresas privadas. Jim Reuter, administrador da Direção da Missão de Tecnologia Espacial da NASA, classifica este lançamento como “uma verdadeira parceria entre governo e indústria e assinalou uma estreia incrível para o Centro de Sistemas Espaciais e de Mísseis da Força Aérea Americana”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.