Numa época em que o isolamento derivado à pandemia da COVID-19 alterou o formato do ensino nas escolas, as aulas à distância através dos meios digitais ganhou muita força. O Município de Oeiras que aproveitar essa “embalagem” para reforçar a presença da tecnologia nas escolas, considerando a sua intervenção na Educação como uma prioridade. O objetivo é claro: tornar os alunos do concelho os melhores do país.

“O Município de Oeiras comprometeu-se a apoiar o desenvolvimento de projetos e de iniciativas que, em concertação com as escolas, concorram para o alcance e superação das metas estabelecidas nas orientações curriculares do Ministério da Educação”, é referido em comunicado.

A Câmara liderada por Isaltino Morais aprovou assim o apoio de 33,099 euros para sete Agrupamentos de escolas e uma escola não agrupada, que pretendam implementar o Projeto Academia MyPolis. O objetivo deste projeto digital é transformar as escolas em Academias de Cidadania, como uma ferramenta para todas as aulas de Cidadania e Desenvolvimento.

O projeto é da responsabilidade da Spot Games, empresa responsável por “gamificar” o processo educativo através da introdução de jogos na sala de aula. Foi criada uma aplicação para equipamentos mobile e browser que tem como objetivo trazer a cidadania para o século XXI, recompensando políticos e cidadãos pela sua participação. O projeto está em linha com a Direção-Geral da Educação (DGE) a Educação para os Direitos Humanos, Educação Intercultural, Educação para os Media, e outras entidades.

O projeto será direcionado ao 3º ciclo do Ensino Básico, com foco no 8º ano, que tem no currículo o tema Cidadania e Desenvolvimento. Segundo é referido, ainda para este ano letivo 2019/20, aderiram à implementação do projeto 39 turmas do 8º ano, dos diferentes agrupamentos de escolas do Município.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.