A Academia de Código é um projeto piloto apoiado pela Câmara Municipal de Lisboa e que coloca algumas dezenas de alunos do ensino básico em contacto com a programação - aquela que para muitos será a "linguagem" do futuro.

Revelada recentemente, a iniciativa permite não só o desenvolvimento de competências ao nível das novas tecnologias, como também contribui para o aumento de desempenho noutras temáticas como é o caso do português e da matemática.

E nos dias 23 a 26 de abril os alunos vão estar na segunda edição do Festival In, um encontro sobre inovação e Criatividade, para mostrarem o que têm aprendido a programar.

Criação de histórias, de músicas ou de jogos através da programação é alguns dos conteúdos que poderão ser vistos. "Programar um robot para falar ou realizar uma ação" é algo que os alunos da Academia de Código também já executam com relativa facilidade.

Tal como é referido no vídeo, além de potenciar novas valências de ensino, a aprendizagem de código desde uma fase tão jovem permitirá a que muitos alunos acabem por ficar interessados na área. E esse é um "mercado" no qual Portugal tem um défice: existem cerca de 8.000 oportunidades de emprego como programador.

Os responsáveis da Academia de Código dizem, em comunicado, "esta iniciativa permitirá aproximar a oferta da procura e, assim, fazer aumentar a taxa de empregabilidade da camada jovem".


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.