A Software & Information Industry Association (SIIA) somou em Dezembro um dos mais elevados valores de sempre em compensações pela utilização de software ilegal. O valor de mais de um milhão de dólares recebido pela associação resulta de um total de 11 acções judiciais interpostas pela organização depois de investigações que conduziram à conclusão que as empresas em causa estavam a usar software ilegal.



A associação representa vendedores de software e fornecedores de serviços de informação digitais e mensalmente leva a tribunal acções que procuram penalizar a utilização de software ilegal no segmento empresarial, através da realização de acordos com as empresas visadas.



Muitas empresas não têm práticas adequadas para o software", sublinha Keith Kupferschmid, vice-presidente da associação que tenta nesta primeira abordagem resolver a questão com as empresas em situação ilegal. Quando esta primeira acção não resulta o processo segue judicialmente e as custas a suportar pelas empresas são bastante superiores, indica o comunicado.



A empresa mais afectada pelas acções da SIIA foi a americana Petroleum Heat & Power of Stamford do Connecticut. Esta companhia de aquecimentos e refrigeradores foi sujeita a uma multa de 218 mil dólares por uso de software não legalizado.



Notícias Relacionadas:

2006-10-30 - ASSOFT estima que 55% do software utilizado em PMEs nacionais é ilegal

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.