A NASA está a trabalhar num novo software que promete trazer mais ordem ao tráfego aéreo – e, por consequência, ajudará a reduzir a poluição sonora causada pelos aviões nas localidades com aeroportos e, em última instância, ajudará a eliminar os atrasos nos voos comerciais.



Isto tudo porque os investigadores da Agência Espacial norte-americana acreditam que não é feita a melhor gestão de frotas e rotas. O ASTAR – nome do programa e do software – vai dar aos pilotos informação específica e orientadora relativamente às condições de aterragem.



Por exemplo, o software será capaz de analisar quantos aviões estão para aterrar, indicando aos pilotos a rota e a velocidade ideal que devem manter. Ao conseguir uma maior “ordem” no espaço aéreo, a NASA acredita ser possível reduzir a poluição sonora.



Mas há mais: os investigadores acreditam que será possível reduzir o número de atrasos nos voos comerciais.



Os investigadores da agência espacial estão a trabalhar em conjunto com a Boeing e foi recentemente testado pela primeira vez o ASTAR em ambiente físico – ainda que não em ambiente real, isto é, ainda não em aviões comerciais.



Com os dados que serão obtidos destas primeiras experiências fora de laboratório, o objetivo é recalibrar o software e trabalhar para que no próximo ano já possa ser testado no “terreno”, desta vez sim em ambiente real.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.