A "magia" por detrás dos carros autónomos prende-se principalmente com a recolha de informação do espaço que os rodeia, mas a verdade é que nem os melhores sistemas informáticos conseguem ver através dos obstáculos que se cruzam no seu campo de visão. Uma nova tecnologia, contudo, promete resolver o problema nas esquinas, graças a um laser que se reflete nas paredes mais próximas para medir o que está para lá daquilo que é possível avistar.

O programa, desenvolvido na Universidade de Stanford, baseia-se na ideia de que é possível aferir a dimensão e forma de um objeto através da forma como a luz se dispersa assim que embate na sua superfície. Os responsáveis explicam que não é fácil desenhar uma tecnologia como esta, uma vez que o laser pode perder a orientação em condições onde existe muita luz natural. Adicionalmente, é preciso muito poder de processamento para calcular toda a informação que é comunicada pelo feixe de luz.

Europa vai avançar com “autoestradas prioritárias” para carros autónomos. Portugal está na lista
Europa vai avançar com “autoestradas prioritárias” para carros autónomos. Portugal está na lista
Ver artigo

"Apesar dos desenvolvimentos recentes, a criação de imagens de objetos que se encontram fora da linha de visão, permanece impraticável devido aos requisitos proibitivos de memória e processamento que são exigidos pelos atuais algoritmos de reconstrução", pode ler-se no documento publicado pela equipa de investigadores norte-americanos, este mês, na revista Nature.

Os responsáveis indicam que o processo ainda leva alguns minutos a concluir, mas sublinham que é apenas um primeiro passo no desenvolvimento de uma tecnologia que pode vir a resolver um grande problema à navegação dos veículos autónomos. Uma vez aplicado aos sistemas LIDAR, que estão a ser utilizados por grandes marcas nos primeiros testes às suas frotas autónomas, o processo deverá ser acelerado. A questão é "se o hardware suporta este tipo de tecnologia", comenta Gordon Wetzstein, líder do projeto.

tek laser

Se puder ser aplicada, a tecnologia poderá estar em breve integrada nos sistemas de LIDAR existentes, o que abrirá novas portas às empresas que se encontram no terreno a explorar este segmento da condução, como é o caso da Waymo, da Apple ou da Uber.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.