Beyoncé é mais famosa pelas suas prestações no mundo da música que nos meandros das TI, mas o cenário pode estar prestes a mudar com a notícia de que vai ser processada pela empresa de videojogos que se preparava para assinar a estreia da cantora no mundo do entretenimento digital.

Um juiz norte-americano autorizou que seguisse para julgamento a ação intentada pela produtora de jogos Gate Five, que vai pedir uma indemnização por lucros cessantes no valor de 100 milhões de dólares (cerca de 79 milhões de euros), escreve a imprensa internacional.

De acordo com a informação avançada, em dezembro de 2010, a cantora comprometeu-se a participar no lançamento do jogo "Starpower: Beyoncé". Haveria mesmo um acordo firmado no valor de 20 milhões de dólares (16 milhões de euros), mas a poucos dias do arranque do projeto e da assinatura do contrato final, a artista mudou de ideias.

A empresa alega que na sequência da decisão teve de despedir 70 funcionários e que Beyoncé sabia que o acordo em causa a vinculava para um lançamento que só deveria acontecer no espaço de três anos, mas os advogados da artista garantem que não.

Os representantes legais de Beyoncé defendem que esta pode abandonar o projeto pois os acordos finais ainda não tinham sido firmados. A mudança de ideias de Beyoncé ter-se-á ficado a dever ao facto de ter descoberto que a companhia não dispunha do orçamento necessário para criar o título ao qual ficaria associado o seu nome.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.