A Microsoft vai disponibilizar, gratuitamente, vários dos seus programas informáticos às diferentes organizações sociais portuguesas, numa ação avaliada em cerca de quatro milhões de euros por ano.

O acordo de cooperação que formaliza a parceria foi assinado, esta quarta-feira, com o Ministério da Solidariedade e Segurança Social, a Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade, a União das Misericórdias e a União das Mutualidades Portuguesas.

Para se candidatarem ao Programa de Doação de Software Microsoft as instituições interessadas aceder ao site www.microsoft.pt/cidadania/softwaredoado e, depois de verificarem os critérios de elegibilidade e reunirem os documentos solicitados, pedirem, através de email, o envio de uma chave individual de acesso à plataforma.

Com este acesso, as instituições poderão então solicitar o número de licenças pretendidas, num máximo de 25 por cada produto, explica a Microsoft.

O protocolo de cooperação prevê a oferta de cerca de 30 produtos às organizações de cariz social, “nomeadamente os mais recentes”, bem como a legalização de software que esteja a ser indevidamente utilizado, num máximo de 25 licenças por cada produto, acrescenta-se.

“O Terceiro Sector é um dos parceiros capitais da Microsoft, pelo que nesta fase delicada que o país atravessa, é imperativo dotar as ONGs das ferramentas necessárias para que possam enfrentar o embate social da crise económica, mas também para que possam melhor responder às necessidades das comunidades envolventes”, refere Claudia Goya, diretora-geral da Microsoft Portugal, num comunicado enviado à imprensa.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.