A Microsoft está a trabalhar numa versão própria de software para partilha de ficheiros. Com o nome de código Avalanche o programa P2P desenvolvido pelos investigadores da empresa na Universidade de Cambridge facilita a partilha de conteúdos dividindo ficheiros de software, áudio ou vídeo, de forma idêntica ao software BitTorrent.



A empresa admite que partiu do mesmo conceito, mas garante ter ultrapassado os problemas inerentes à largura de banda que enfrenta a tecnologia concorrente em ligação a servidores de baixa capacidade e conseguir velocidades de download dos ficheiros 20 a 30 por cento superiores.



A Avalanche partilha os ficheiros de forma automática em cada PC, sem recurso a pesquisa no disco rígido do utilizador e garante o acesso aos pedaços do ficheiro que o utilizador pretende, algo que muitas vezes é demorado nos sistemas actuais.



Isto acontece porque com a tecnologia da Microsoft os servidores de sites não alojam os ficheiros partilhados, mas links que dirigem o utilizador para as partes do ficheiro que ele pretende aceder, garante a empresa.



De acordo com a mesma fonte, citada na imprensa internacional, o projecto pode ajudar na distribuição de software, actualizações de segurança ou conteúdos de televisão on demand, garante a empresa que sublinha as aplicações legais do software.



Recorde-se que os sites que utilizam tecnologia BitTorrent têm sido alvo de forte pressão por parte das associações de defesa dos direitos de autor por permitirem a partilha de conteúdos protegidos e muitos acabaram mesmo por fechar ou suspender a sua actividade temporariamente.



Notícias Relacionadas:

2004-12-22 - Acções judiciais da indústria cinematográfica provocam fecho de sites

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.