A tecnologia pode desempenhar um papel fulcral na reconstrução da catedral de Notre Dame. Várias propostas já foram feitas nesse sentido e graças a Andrew Tallon, professor de história da arte no Vassar College, em Nova Iorque, existe uma réplica tridimensional da estrutura, construída com a ajuda de um scanner a laser. Para obter a imagem, que dá importantes detalhes acerca das partes que foram consumidas pelo fogo, a ScanStation C10, autoria da Leica, foi reposicionada cerca de 50 vezes em torno da catedral.

O produto final foi criado com Paul Blaer, da Universidade de Columbia, e parte do processo de criação está em exibição num vídeo de 360º, no YouTube.

tek notre dame

A reprodução digital do edifício é feita com mais de mil milhões de pontos que se juntam numa "nuvem" de dados. Com ela, é possível perceber como estava construído o interior e o exterior de Notre Dame, especialmente nas partes que foram destruídas no incêndio do passado dia 15 de abril (as chamas só foram extinguidas no dia seguinte).

Em 2015, Tallon explicou que um "modelo tridimensional a laser permite que uma pessoa consiga visualizar o edifício, desmontá-lo, medi-lo e imergir-se na sua matriz espacial e estrutural". O professor morreu em 2018, com 49 anos, vítima de cancro, mas o seu trabalho pode ser essencial na reconstrução de Notre Dame, ao fornecer à equipa envolvida no projeto, as informações necessárias para que as novas partes sejam devidamente projetadas para o futuro.

"Ele [Tallon] conhecia tão bem a estrutura e tinha tanta informação sobre a mesma, que podia ajudar muito na reconstrução da mesma", disse o seu parceiro Paul Blaer, em conversa com a revista The Atlantic.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.