A introdução da Nintendo Switch no mercado deu início a uma corrida a um formato de consolas portáteis (ou híbridas) que espicaçaram diferentes fabricantes a seguir. E pode-se dizer que atualmente existem dois tipos de consolas portáteis a serem lançadas no mercado: as que têm processador e GPU para correr os jogos nativamente, como o Steam Deck e o Asus ROG Ally; e os modelos que apenas mantêm o design mas apenas correm jogos na cloud, como a Razer Edge, Logitech G Cloud e a futura PlayStation Portal (conhecida anteriormente como Project Q).

A Qualcomm pretende cobrir todo o tipo de ofertas com a sua nova família de processadores. O seu primeiro chip dedicado, o G3X Gen1 foi criado para a Razer Edge. A nova geração inclui três variações do processador, abrindo um convite a mais fabricantes entrarem no “jogo”, possivelmente abrindo portas à Xbox e PlayStation de competirem realmente com a Switch no mesmo campo.

Os processadores Snapdragon G Series contam agora com o Snapdragon G1 para consolas de streaming, prometendo uma autonomia de 10 horas baseado em ligações Wi-Fi. O Snapdragon G2 tem 5G e está ao nível de gaming mobile e cloud. Mas a joia da coroa é o G3X Gen2, a geração seguinte do seu primeiro processador da consola da Razer, dedicado ao PC gaming em formato portátil, como os modelos da Asus e Steam. O modelo suporta tecnologia Wi-Fi 7, suportará também Ray Tracing.

Qualcomm Snapdragon G Series

Segundo o The Verge, o G3X Gen2 apresenta o dobro da performance da primeira versão, introduzindo o novo GPU Adreno A32. Os oito núcleos do CPU Qualcomm Kryo são referidos como sendo 30% mais rápido. E o seu pico de performance está entre os 15 e 18 Watts, semelhante ao Steam Deck. Ainda assim, em termos de performance, o CPU não terá a mesma performance da consola da Steam por opção, pois a bateria seria drenada em meia hora, nas palavras do diretor de gaming da empresa.

Nos detalhes técnicos, baseado numa consola de referência partilhada pela Qualcomm, o G3x Gen 2 suporta ecrãs AMOLED de 6,8 polegadas, 12 GB de RAM LPDDR5X a 4,2 GHz, 256 GB de armazenamento interno UFS 4.0 e com expansão NVMe. Suporta ainda SIM externo e USB-C. Terá duas baterias de 3.000 mAh e carregamento rápido baseado na tecnologia Quick Charge 5. Tem também câmara frontal e traseira a 1080p a 60 FPS.

Para já, apenas a Ayaneo, especialista em consolas portáteis para jogo retro, é a única confirmada que vai utilizar os novos processadores da Qualcomm. Mas importa referir que a fabricante está agora a olhar para o Windows, expandindo a sua oferta além do Android. E também está a trabalhar com a PlayStation nos testes de consolas portáteis, sendo possível que a futura portátil seja também alimentada por um destes processadores.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.