A Sony revelou que os proprietários das consolas PlayStation 3 com ligação à Internet poderão participar num programa destinado a estudar a relação de determinados processos degenerativos associados a doenças como o cancro, Alzheimer, entre outras.



Segundo as notícias avançadas pela imprensa internacional, a fabricante japonesa irá disponibilizar durante este mês um software que permitirá ligar os utilizadores a uma rede, orientada pela Universidade de Stanford, destinada ao estudo de doenças de prognóstico irreversível, relacionadas com determinados processos proteicos degenerativos.



Denominado Folding@home, o programa da referida instituição de ensino envolve estudos complexos e necessita da potência de alguns processadores gráficos pelo que, com este acordo, os utilizadores da consola poderão dar o seu apoio acrescentado ao programa as capacidades cálculo dos processadores Cell da PS3.



O projecto já está em marcha há alguns anos e é apoiado por plataformas como PCs e Mac. Contudo, no anúncio feito pela Sony, a rede de pesquisa será impulsionada pelas capacidades dos processadores da consola que "são perto de dez vezes superiores às de um processador de um PC comum".



Masayuki Chatani, director de tecnologías da Sony Computer Entertainment, salientou que "milhões de utilizadores já desfrutaram das capacidades de entretenimento da PS3. Agora podem utilizar a potência da consola para ajudar no combate a doenças" como as que foram referidas.



O mesmo responsável adianta que "até aqui eram necessários milhões de computadores para as investigações que, a partir de agora, contam com a colaboração de outra ferramenta: a PS3".

Notícias Relacionadas:

2007-01-25 - PlayStation 3 disponível na Europa no final do primeiro trimestre

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.