O mais recente headset de realidade virtual Valve Index teve muito sucesso, alavancado com o lançamento do jogo Half-Life: Alyx, considerando um sucessor digno da série que lançou a Valve no mercado. Apesar do equipamento ser wireless, dependência das estações-base para ajudar no tracking dos movimentos.

Um novo headset pode estar a ser produzido, segundo algumas referências do código, dando a entender que este poderá mesmo ter processamento no próprio equipamento, seguindo o mesmo design do Oculus Quest do Facebook. A descoberta foi feita pelo youtuber de tecnologia Brad Lynch, citado pelo The Verge, onde observou múltiplas referências no código do SteamVR a indicar um equipamento chamado “Deckard”.

Os dados foram cruzados com algumas entradas de patentes submetidas pelas Valve que podem confirmar a sua existência. A Valve é considerada uma das empresas mais fechadas no que diz respeito à partilha de segredos, mas o Ars Technica reforça as informações, através de fontes próprias, próximas da Valve.

A publicação afirma que o novo headset tem processamento próprio sem a necessidade do “cordão umbilical” para ligar ao PC. E a ambição da empresa liderada por Gabe Newell pode ser ainda maior, ao confirmar-se a capacidade do headset fazer o tracking do movimento, sem a necessidade de utilização das suas estações externas.

Nas pistas encontradas encontram-se referências a “standalone”, assim como um código que sugere ter processamento interno para funcionar de forma independente de um PC. Outra pista aponta para o equipamento ter conetividade wireless, provavelmente Wi-fi. O Ars Technica salienta ainda que o seu sistema de óticas será melhorado, sendo mais afinado, permitindo a aproximação das suas lentes perto da cara do utilizador para melhor performance e conforto.

De recordar que a Valve está prestes a lançar a sua consola híbrida, o Steam Deck, suportado por todo o ecossistema do Steam. A Valve disse que este computador portátil não estaria otimizado para usar realidade virtual, no entanto, nunca deixou de lado o uso do seu processador num futuro headset VR.

De notar que a Valve é igualmente famosa por trabalhar em projetos e protótipos que acabam por não ver a luz do dia. Por isso, não há uma certeza se este Deckard vai ver lançado.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.