Um cenário no qual poderemos comprar um bilhete e dar uma volta pelo Espaço, como quem compra um módulo para andar de autocarro, está ainda a “anos-luz” de deixar de ser pura ficção-científica. Mas isso não significa que tenhamos que ficar sempre com os pés bem assentes na Terra.

De acordo com o Engadget, a empresa chinesa KuangChi quer, num futuro próximo, oferecer viagens até à estratosfera. Este é um projeto em desenvolvimento cujo objetivo é conceber uma cápsula pressurizada de transporte de passageiros que será acoplada a uma espécie de balão meteorológico. Este dispositivo deverá atingir alturas de aproximadamente 24 quilómetros (a estratosfera situa-se entre os 10 e os 50 quilómetros de distância da superfície terrestre).

Segundo consta, os passageiros poderão gozar, durante algumas horas, de uma vista que até hoje poucos se podem dar ao luxo de dizer que experienciaram. A 24 quilómetros da superfície da Terra não se está no Espaço, mas poderá ter-se uma noção da curvatura do planeta.

A imprensa chinesa avança que esta viagem pseudoespacial faz parte de um projeto que visa criar um parque temático, o Future Valley, onde se poderá vislumbrar aquilo que deverá ser a vida no Futuro. Não existe nenhuma previsão para a sua inauguração e será construído na província chinesa de Hangzhou. Mas, em abono da verdade, esta deverá ser uma experiência “de outro mundo”, pelo que talvez compense uma viagem até à China.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.