A AICEP está a preparar uma campanha de divulgação de produtos nacionais nos Estados Unidos, através de um agregador de lojas online nacionais, que vai reunir produtos nas áreas do Vestuário, Calçado, Mobiliário, Têxteis-lar, Cerâmicas e Produtos Agroalimentares.

O projeto Portugal For Us vai permitir concentrar num mesmo espaço digital as ofertas de um máximo de 100 lojas online portuguesas, que ganham por esta via um destaque adicional no mercado norte-americano, nos grandes eventos de compras que ainda vão decorrer até final do ano. A saber, o Dia de Ação de Graças, a Black Friday e Cyber Monday.

A agência explica que a campanha tem três objetivos principais: gerar leads B2B (oportunidades de venda entre empresas), gerar leads B2C (fazer chegar produtos portugueses, disponíveis para aquisição online, aos consumidores americanos), dar a conhecer e promover a marca Portugal naquele mercado.

As lojas online interessadas em integrar a campanha podem inscrever-se, partilhando um conjunto de informações e materiais até 11 de novembro. A AICEP garante que “este agregador de lojas online portuguesas será amplamente divulgado através de várias plataformas e canais de comunicação, num plano contínuo e híbrido”. Neste plano vão caber uma Landing Page Local; Press Releases; Newsletters; e Social Media Marketing nas principais redes sociais.

Bairros comerciais digitais: Candidaturas abertas a apoios para transição digital do comércio e serviços
Bairros comerciais digitais: Candidaturas abertas a apoios para transição digital do comércio e serviços
Ver artigo

A dinamização do agregador vai ser mais forte em novembro e dezembro, mas o objetivo é que se mantenha ativo para além destas datas festivas. Para já, só 100 empresas vão poder integrar o projeto. Se existirem mais interessados será feita uma seleção por ordem de chegada das candidaturas. "O leque poderá vir a ser alargado no futuro", admitiu a agência em declarações ao SAPO TeK. "Por se tratar de um projeto inédito e inovador teremos de analisar no futuro não só o interesse e a taxa de adesão das empresas portuguesas, como a sua capacidade para o comércio online B2C com clientes nos Estados Unidos".

Em outubro do ano passado, a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal já tinha promovida uma iniciativa idêntica, criando um agregador de produtos portugueses para listar no site Alibaba, um dos maiores marketplaces do mundo e o maior da China.

Neste caso, no entanto, o foco estava em produtos agroalimentares como vinhos, compotas, fruta fresca e congelada, temperos, cerveja, café, pastelaria, peixe congelado, enchidos e conservas gourmet, sumos, azeite ou vinagre.

Em jeito de balanço, a AICEP revela que a adesão inicial a este projeto foi de 70 empresas, número de empresas candidatas. Destas foram selecionadas 15. "Temos agora decorrido um ano de projeto e queremos continuar mais um ano, para dar oportunidade às empresas de continuar a trabalhar e aperfeiçoar a sua presença neste Marketplace", detalha fonte oficial.

Nota de Redação [18:41]:  A notícia foi atualizada com informação partilhada pela AICEP.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.