Vinte por cento das empresas inquiridas num estudo da Kaspersky revelam que já foram alvo de ataques DDoS. Em quase metade dos casos os ataques visaram os sites públicos das organizações, mas um número significativo de organizações também aponta ataques que deixaram fora o ar portais de clientes (38%) e serviços de comunicações (37%).

Menos expressivo, mas ainda assim relevante é o número de empresas que admitem ter sido vítimas de ataques aos seus sistemas internos, visando servidores de ficheiros (25%) ou os sistemas operativos (15%).

O estudo da Kaspersky foi realizado em parceria com a B2B Internacional durante o ano passado. Também fez uma análise dos sectores mais afetados e concluiu que as telecomunicações se destacam.

Um quarto das empresas inquiridas desta área de atividade reconhece que já foi alvo de um ataque deste tipo. O sector financeiro é o segundo mais visado e a seguir aparecem os media e entretenimento, respetivamente com 22% e 11%.

Os ataques DDoS caracterizam-se pelo envio de um número muito elevados de pedidos para um determinado serviço ou site, que acaba por não ter capacidade para gerir um volume tão elevado solicitações e fica indisponível.

O estudo da Kaspersky visou apenas empresas com mais de 50 empregados, num total de 5.500 inquiridos em 26 países. 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.