O governo de Pequim criou um fundo de investimento que ronda os 14.550 milhões de dólares, com o qual pretende afirmar a sua potência no mundo online.

As informações são avançadas pela Xinhua, a agência noticiosa chinesa controlada pelo Estado, que acrescenta que um terço do montante foi concedido por alguns bancos nacionais e empresa do setor das telecomunicações.

A China tem vindo a investir significativamente naquilo que poderá ser descrito como uma campanha de “limpeza” da internet no país, eliminando conteúdos e bloqueando o acesso a vários sites sob alegações de fomentarem discórdia no país.

A entidade responsável pela gestão do ciberespaço chinês – que gere este fundo em conjunto com o Ministério das Finanças da China – chegou mesmo a dizer que o governo estava disposto a defender a sua soberania no mundo online a todo o custo, mobilizando, inclusivamente, recursos militares, se considerasse que assim fosse preciso.

Embora os detalhes sejam escassos, consta que este fundo de investimento será usado para financiar empresas do setor da internet e para suportar a iniciativa Internet Plus, um programa definido pelo governo chinês e cujo propósito é dinamizar e fortalecer a economia chinesa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.