Várias empresas indianas e americanas em colaboração com o Banco Mundial estão a desenvolver uma estratégia para criar centros com ligação à Internet em zonas remotas da Índia que suportem serviços bancários, comerciais e educativos, aproximando as povoações isoladas da oferta dos grandes centros e da própria administração do país, indicou a CNet.

A ideia é fornecer às populações mais isoladas o acesso a um conjunto de serviços que até agora só estão acessíveis a várias centenas ou milhares de quilómetros. São alvos da iniciativa populações com mais de 5 mil habitantes, num total de 5 mil vilas. Os centros terão ligações Internet físicas ou por satélite e entre 5 a 10 equipamentos cada.



As empresas implicadas no projecto internacional são o ICICI Bank, que é o segundo maior banco do país, a Wyse Technology, fabricante de equipamentos informáticos e a Comat Technology, um ISP indiano.

Parte do investimento económico aplicado no plano destina-se à formação de profissionais para o domínio da Internet e Tecnologias de Informação, compra e desenvolvimento destes centros com acesso à rede. O projecto é subsidiado pelo governo indiano e a prazo poderá também ter o apoio financeiro do banco mundial, que para já é um parceiro não financeiro.

De acordo com Andi Dervishi, um dos responsáveis do Banco Mundial, a iniciativa será inicialmente aplicada em quatro aldeias e mais tarde alargar-se-á a outras 20 zonas rurais. O projecto final visa a construção de centros em cerca de cinco mil aldeias.

Notícias Relacionadas:

2005-04-29 - Dell investe na Ásia explorando a área de serviços de TI

2005-04-19 - Região da Ásia Pacífico ultrapassa EUA em número de programadores em 2006

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.