Foi em conversa com o The Washington Post que Donald Trump confessou ter autorizado a condução de um ciberataque contra a agência russa, Internet Research Agency (IRA). Numa entrevista ao jornalista Marc Thiessen, o presidente dos Estados Unidos da América afirmou que o ataque ocorreu em 2018, no dia das eleições intercalares, e esclareceu que o objetivo do mesmo consistia em travar uma campanha de desinformação, lançada para causar confusão acerca dos resultados do ato eleitoral. Trump disse que a campanha foi travada com sucesso.

Segurança dos Estados Unidos cria força especial para combater ciberataques russos
Segurança dos Estados Unidos cria força especial para combater ciberataques russos
Ver artigo

Em 2016, a agência foi uma das responsáveis pela campanha de ciberataques que interviu nas presidenciais norte-americanas. Um dos ataques resultou no roubo de emails ao Comitê Nacional do Partido Democrata e 12 agentes russos foram formalmente acusados pelo governo dos EUA pelo ataque.

A campanha em causa foi dinamizada com a ajuda de bots, que inundaram várias redes sociais com conteúdos falsos acerca das eleições.

Donald Trump chegou a questionar o envolvimento da Rússia no ataque, mesmo depois dos serviços de inteligência norte-americanos terem descoberto provas incriminatórias, apesar de mais tarde reconhecer os factos.

Em 2018 a organização não governamental Center for Public Integrity já adiantava que o ataque de retaliação estava a ser preparado pelo Pentágono.

Ainda em conversa com o The Washington Post, Trump sugeriu que Barack Obama pouco fez contra a ofensiva informática da Rússia, mesmo depois de ter tomado conhecimento da mesma. Sobre esta afirmação, o jornal apresenta o contraponto: Obama não só chamou à atenção para o caso, publicamente, como sugeriu que o presidente Vladimir Putin estaria envolvido no ciberataque. Em dezembro de 2016, foram também impostas sanções, como consequência do ataque.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.