O Facebook vai manter por mais cinco anos direitos sobre os conteúdos da Zynga - e nomeadamente sobre o popular FarmVille -, contariando os rumores que davam conta de que a produtora de jogos estaria de saída da rede social



O contrato estabelecido prevê uma maior aposta nos jogos para o Facebook, alargando ao mesmo tempo o sistema de créditos (moedas virtuais) da rede social aos produtos da Zynga.



Segundo um comunicado citado pela imprensa internacional, o acordo proporciona uma base sólida para que as duas empresas continuem o trabalho conjunto que têm desenvolvido "de proporcionar a milhões de pessoas uma experiência de utilizador em jogos sociais muito atractiva", onde além da famosa quinta se incluem o Cafe World, o Treasure Isle ou o Mafia Wars.



O Farmville é actualmente a aplicação mais acedida pelos membros do Facebook, com cerca de 80 milhões de utilizadores, o que faz do jogo uma importante fonte de lucro para os seus criadores.



Embora seja gratuito, os jogadores podem comprar itens virtuais para as suas quintas com dinheiro real, estimando-se que a Zynga registe por ano cerca de 150 milhões de dólares com estas transacções.



Os desentendimentos com o Facebook terão começado precisamente com questões relacionadas com o lucro, já que a rede social instituiu recentemente novas condições para os colaboradores externos, pretendendo aplicar uma comissão de 30 por cento sobre todas as transacções financeiras realizadas através do site.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.