O organismo francês responsável pela protecção de dados está a preparar sanções contra a Google no caso das informações irregularmente recolhidas pelos carros do StreetView - que tanto têm dado que falar nos últimos tempos.

As medidas a aplicar deverão estar prontas "no final de Setembro", avançou o presidente da Comissão Nacional de Informática e das Liberdades de França (CNIL).

Citado pela imprensa internacional, Alex Türk confirmou que o organismo havia constatado que a Google tinha recolhido e guardado dados que não devia, de forma irregular. Segundo afirma, a empresa terá mesmo gravado "extractos de conteúdos de mensagens de correio electrónico".

O responsável informou ainda que a CNIL tinha obtido o acesso aos dados guardados pela gigante das pesquisas e se encontrava de momento a analisar o seu conteúdo.

Independentemente das conclusões que venham a resultar da análise, o organismo sabe para já que foram recolhidas palavras-chave de acesso à Internet e mensagens de correio electrónico susceptíveis de conter informações sensíveis e protegidas pelo segredo bancário, médico e de imprensa - que a CNIL está encarregada de salvaguardar.

As sanções a aplicar podem ir de uma simples advertência a uma multa, ou uma queixa intentada junto das autoridades judiciais para que o caso seja investigado e objecto de pronuncia pelo tribunal.

A recolha acidental de dados aquando da preparação do Google StreetView tem gerado grande polémica e deu origem a acções por parte de vários países, como o é o caso da Alemanha, Austrália, Espanha ou Estados Unidos, que abriram recentemente uma investigação sobre o caso e estão em contactos com outros Estados da UE, anuncia esta semana o Daily News.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.