Segundo um relatório encomendado pelo FBI, o número de fraudes realizadas pela Internet em 2002 foi três vezes superior ao do ano anterior. No total, o número de queixas rondou as 48 mil, um volume muito superior aos cerca de 17 mil casos detectados em 2001.

Quanto ao tipo de burlas mais frequentes na net, o destaque vai todo para as fraudes relacionadas com os leilões virtuais, que ocupam 46 por cento do total das queixas. Logo atrás vêm as falhas nas entregas de material previamente pago, seguidas das fraudes relacionadas com cartões de crédito e os falsos investimentos.

No que diz respeito aos leilões online, refira-se que apesar destes serem a forma preferida dos burlões para atingir os seus fins, o prejuízo médio causado pelos mesmos é de "apenas" 320 dólares, enquanto, por exemplo, nos casos de abuso de dados pessoais dos utilizadores as perdas são em média de 2 mil dólares.

Ainda de acordo com o relatório do Internet Fraud Complaint Center (gerido pelo FBI e pelo National White Collar Crime Center norte-americano), o volume total dos prejuízos ascende a 54 milhões de dólares, mais 37 milhões do que em 2001.

O centro afirma ainda que além das referidas 48 mil queixas, recebeu outras 37 mil reclamações não ligadas ao crime de burla mas com o de recepção não desejada de emails, spam ou intrusão ilegal em PCs.

Quanto à proveniência das queixas esta divide-se um pouco por todos o território dos Estados Unidos, com especial incidência na Califórnia, Florida, Texas e Nova Iorque. Países como Canadá, Austrália, Reino Unido, Alemanha e Japão também estão contemplados nesta lista.



Notícias Relacionadas:

2002-05-24 - Maioria das mensagens fraudulentas chega por email

2001-06-19 - Medo de fraude online de cartões de crédito está empolado

2001-04-20 - Número de fraudes em leilões na Internet desce

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.