A Leya disponibiliza a partir de hoje uma plataforma de auto-publicação de livros eletrónicos, um serviço que pode ser usado totalmente sem custos por quem pretende ver um trabalho editado, mas não tem a possibilidade de o fazer através de uma editora.



A Escrytos esteia-se hoje em Portugal e na próxima semana será apresentada também no Brasil. Dá a possibilidade a um autor de converter um texto em formato Word no formato ePub, o mais utilizado para livros digitais, escolher uma capa, criar o código ISBN e disponibilizar o trabalho final na plataforma de distribuição de livros eletrónicos da Leya. O processo é apoiado por um tutorial em vídeo que explica os diferentes passos.


Esta plataforma está ligada à loja online da editora portuguesa, mas também à maioria das lojas online internacionais, como a Amazon, a Kobo, iBook Store, ou Barnes & Noble, entre outras.

Ter acesso ao canal de distribuição custará aos autores 75% do preço líquido de venda do livro, uma margem que está de acordo com os parâmetros habituais, indicou em conferência de imprensa Isaías Gomes Teixeira, presidente executivo do grupo.


Além da formatação e distribuição do livro, quem usar o serviço pode ainda requerer opções pagas para a avaliação editorial, revisão, criação da capa ou optar por serviços de conversão profissionais, aconselhados nos casos em que os textos contêm muitos gráficos e notas de rodapé e uma paginação simples é mais difícil.


A Escrytos, desenvolvida pelo grupo nos últimos seis meses, funciona de forma totalmente automática, com os preços de todos os serviços disponibilizados de forma paga já definidos e disponíveis na hora, quando o cliente os seleciona.

Nos serviços pagos estão também ofertas de promoção dos textos convertidos em livros no serviço, como a possibilidade de lançar press releases a dar nota do lançamento ou criar um book trailer com uma duração até 50 segundos, um vídeo de apresentação do livro.


Depois de publicado o livro os autores podem acompanhar a progressão das vendas nas várias lojas onde está a ser comercializado através de uma área reservada do site.
A Escrytos está orientada para a publicação de livros em língua portuguesa (é com essa referência que todos os títulos veiculados pela plataforma de distribuição de ebooks Leya chega às lojas internacionais) mas a empresa admite que a tecnologia venha a ser disponibilizada noutras línguas e garante que já recebeu propostas. Vender a Escrytos para mercados com outras línguas é uma possibilidade.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Cristina A. Ferreira

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.