Google, Microsoft e Yahoo receberam um aviso da Autoridade Europeia para a Protecção de Dados, alegando que estão a guardar informações sobre os internautas durante tempo demais, em violação das leis comunitárias.

A notificação chegou a semana passada sob a forma de uma carta enviada às empresas, onde as autoridades europeias acusam as gigantes de não destruírem dentro do tempo devido a informação gerada durante as pesquisas na Web através dos seus motores de busca, avança o jornal Sol.

Em causa estão preocupações com dados como os termos pesquisados pelos internautas, datas das pesquisas ou endereços de IP dos utilizadores, por exemplo.

Embora a legislação comunitária estabeleça que as informações relativas à navegação só podem ser guardadas, no máximo, durante seis meses, empresas como a Google estarão a reter cookies por um período de 18 meses, em desrespeito pelas normas legais.

Outra das queixas apontadas à gigante das pesquisas é a de que estar não protege devidamente a informação que permite identificar os dados de quem usa o Google. A empresa responde que as suas políticas se destinam a proporcionar a melhor experiência para os utilizadores, tanto quanto à privacidade como à segurança.

Microsoft e Yahoo também tiveram direito à sua quota de críticas.

A gigante de Redmond, que já anteriormente se tinha comprometido a apagar os endereços de IP de quem usa o Bing no prazo de seis meses após a utilização, é acusada de falhar na maneira como gere os cookies dos seus "clientes".

A Yahoo, por sua vez, estará a falhar na disponibilização de informação que permita saber as características das tecnologias que usa no que respeita a cookies e identificação dos cibernautas.

Na missiva, as autoridades europeias recomendam às empresas que recorram a uma auditoria externa para ficarem a saber em que medida é que os dados que recolhem estão a ser tratados em conformidade com a lei.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.