A Polícia Judiciária, através da Unidade Nacional de Combate ao Cibercrime e à Criminalidade Tecnológica (UNC3T), executou mandados de detenção emitidos para localizar e deter três pessoas, suspeitas de crimes de burla informática, acesso ilegítimo e branqueamento de capitais. Os suspeitos incluem um homem de 38 anos e duas mulheres com 41 e 57 anos.

A investigação teve início em fevereiro de 2018, depois de queixas sobre a utilização abusiva de dados de cartões bancários, com posterior utilização fraudulenta para aquisição de bens e serviços. A PJ refere que foram utilizados e identificados vários dados de cartões bancários de instituições bancárias no estrangeiro, assim como o uso de identidades falsas, utilizadas para fazer registos em plataformas de “jogo online”.

Operação Deep Money: 44 suspeitos interrogados por compra de moeda contrafeita na darknet
Operação Deep Money: 44 suspeitos interrogados por compra de moeda contrafeita na darknet
Ver artigo

A polícia informa que durante a investigação determinou os locais da prática dos factos, identificar os titulares das contas bancárias utilizadas para receber os valores obtidos de forma ilícita, procedendo assim à detenção dos intervenientes do grupo criminoso. Os detidos serão presentes a um interrogatório judicial e aguardarão a aplicação das medidas de coação adequadas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.