A liberdade de expressão que existe nas plataformas online pode levar a que por vezes existam problemas relacionados com abusos e ataques pessoais. Em dezembro do ano passado o Twitter lançou novas ferramentas para lutar contra isso, mas agora é o próprio presidente da empresa a confessar as dificuldades em lutar contra os chamados "trolls". A confissão foi feita numa mensagem partilhada no fórum interno da empresa, a que o The Verge teve acesso.

"Somos uma porcaria a lidar com os trolls e os abusos na nossa plataforma e sempre o fomos durante anos", disse Dick Costolo em resposta a um funcionário que se queixava do fraco controlo da rede social.

A conversa surgiu devido a Lindy West, uma utilizadora do Twitter que foi alvo de comentários depreciativos por parte de vários internautas.

"Não é segredo nenhum e toda a gente fala sobre isto. Continuamos a perder clientes por não sermos capazes de lidar com estas pessoas a cada dia que passa", acrescentou o presidente na resposta enviada.

Dick Costolo acrescentou que está "francamente envergonhado" pela forma como o Twitter tem lidado com estes problemas sob a sua alçada, assumindo "inteira responsabilidade" por não adotar uma posição mais severa. "Vamos começar a expulsar estas pessoas e assegurar que quanto os ataques acontecem elas não são ouvidas", concluiu.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.