Há várias análises de mercado que comprovam o sucesso do streaming na indústria da música dos EUA - no último outono, a tecnologia já era responsável por quase 75% das receitas geradas pelo sector - mas a última edição do IFPI Global Music Report atesta a dimensão global do fenómeno. De acordo com o estudo, as receitas geradas por streaming cresceu 34% em 2018, sendo que, no final, o valor correspondeu a 47% do bolo total gerado em todo o mundo.

A televisão continua a perder clientes para o streaming
A televisão continua a perder clientes para o streaming
Ver artigo

Contas feitas, a indústria da música gerou cerca de 19,1 mil milhões de dólares em todo o mundo. Note que este valor contabiliza apenas o mercado da música gravada, pelo que os espetáculos não contam para a matemática.

O IFPI Global Music Report 2019 conta ainda que este segmento cresceu cerca de 10% em 2018, sendo que o saldo positivo se deveu, em muito, ao consumo por streaming. No entanto, a tecnologia provocou uma queda nas vendas físicas e digitais por download.

O sucesso do streaming está justificado com um crescimento nas modalidades pagas de subscrição que, em 2018, subiram 32,9%, comparativamente com o período homólogo. Em números concretos, a IFPI fala de 255 milhões de utilizadores pagantes no final do ano passado.

Mais importa relembrar que as vendas por streaming ultrapassaram as vendas por CD em 2015.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.