O Unibanco tem vindo a transportar os clientes para o meio virtual há já algum tempo e, recentemente, passou a disponibilizar a possibilidade de aderir a um cartão de pagamentos através do seu website ou da sua aplicação de Homebanking, dispensando a necessidade de recorrer ao papel.

Para Marília Araújo, diretora do Unibanco, o lançamento da solução financeira é mais um passo num caminho que a marca da Unicre tem vindo a trilhar desde o início. “Desde a nossa génese que nós trabalhamos «à distância» com o cliente: sem balcões, por correio, por voz e até mesmo por digital”, indicou ao SAPO TEK. A responsável afirmou que o objetivo por trás do novo processo é continuar a garantir a “proximidade remota” que o Unibanco tem com os seus clientes, tornando a sua vida financeira ainda mais descomplicada.

Já não se usa ir ao banco abrir uma conta? A internet tornou tudo mais fácil (em alguns bancos)
Já não se usa ir ao banco abrir uma conta? A internet tornou tudo mais fácil (em alguns bancos)
Ver artigo

“Nós não somos só digitais: queremos ser «digitalmente humanos»”, afirmou Marília Araújo. A diretora elucidou que este é um aspecto essencial para o Unibanco, pois a conjugação de múltiplos canais é um elemento diferenciador num universo onde existem variadas ofertas. “O caminho do digital é importante para nós, porque nos ajuda a criar soluções mais ágeis, imediatas e convenientes para os clientes. Mas queremos continuar a servi-los através dos outros canais. A conjugação de realidades permite-nos criar mais proximidade”, sublinhou a responsável.

A segurança do processo de adesão ao cartão é outro dos aspectos importantes, em especial porque esta requer uma confirmação da identidade através de uma fotografia tirada diretamente através do dispositivo onde está a ser feito o pedido. Recorde-se que uma investigação da Kaspersky revelou que são vários os esquemas de phishing que se podem aproveitar deste processo para enganar os utilizadores e vender os seus dados em “mercados negros” online.

Vai confirmar a sua identidade com uma selfie? A Kaspersky recomenda atenção redobrada
Vai confirmar a sua identidade com uma selfie? A Kaspersky recomenda atenção redobrada
Ver artigo

De acordo com Marília Araújo, o Unibanco trabalha com especialistas de cibersegurança na área da identificação e contratualização digital para garantir que os dados dos clientes não caiem nas mãos erradas e que “os padrões de segurança que são exigidos neste tipo de soluções” são cumpridos.

Embora não tenha dúvidas de que existem clientes que preferem ou só o meio virtual ou então só o físico, o Unibanco acredita que aquilo que conta verdadeiramente para o cliente é a questão da conveniência. Apesar de a contratualização de cartões de pagamentos através dos meios tradicionais ainda ser bastante prevalecente, a marca da Unicre crê que a adesão à nova solução financeira digital chegará aos 60% ainda em 2020.

A propósito do futuro, Marília Araújo revelou que o Unibanco tem planeado “um «roadmap» bastante extenso”. Depois do primeiro passo da contratualização digital de cartões de pagamento, o Unibanco quer apostar nas soluções de créditos e seguros por essa via. Ainda para 2020 espera “potenciar ainda mais” a sua aplicação de homebanking, “tornando-a cada vez mais um ponto de contacto com os clientes”, indicou a responsável.

Este mês estamos a celebrar os 20 anos do SAPO TeK. Saiba mais em https://tek.sapo.pt/tag/SAPOTEK20anos

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.