A indústria discográfica está a preparar um processo legal contra o Yahoo China que estará a violar direitos de propriedade industrial, ao permitir que o seu motor de pesquisa encaminhe os utilizadores para websites que oferecem downloads de música ilegais.



"O Yahoo China está a infringir os direitos dos nossos membros", sublinha John Kennedy presidente da Federação Internacional da Indústria Fonográfica.



Números fornecidos pela organização indicam que 85 por cento da música consumida na China é pirata, o que na opinião de John Kennedy justifica uma actuação dura por parte da federação internacional.



Ainda assim, a federação admite um acordo com o Yahoo China que possa travar o processo legal, entendimento que até agora não foi possível. "Começámos o processo e até agora a nossa intenção é continuar a avançar", acrescenta.



Caso o processo continue a avançar a FIIF lembra que ainda no ano passado o portal Baidu.com foi obrigado por um tribunal chinês a parar de direccionar os seus utilizadores para sites de download de música ilegais, desfecho que a federação espera também para este caso.



O Yahoo China é uma parceria entre a Yahoo e o portal chinês Alibaba.com.



Notícias Relacionadas:

2005-08-11 - Yahoo paga mil milhões de dólares por 40% da empresa chinesa de e-commerce Alibaba

2002-08-19 - Companhias discográficas processam ISPs por permitirem o acesso a site chinês de música

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.